O Vegan Business foi destaque no Valor Econômico!

Se você acompanha o nosso portal sabe estamos nos preparando para lançar a primeira plataforma de Equity Crowdfunding voltada para o mercado plant-based. 

Em outubro, obtivemos a autorização da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) para operarmos. Essa autorização garante que a plataforma tenha os requisitos pré-definidos e é passível de fiscalização por esse órgão. 

Desde então, aparecemos em diversos veículos de comunicação com essa novidade! 

Fomos destaque no Vegazeta, sob o título “Vegan Business busca investidores para o mercado nacional plant-based”.  Também aparecemos na Folha, em uma matéria que abordou os investimentos coletivos. 

Estamos no Valor Econômico: “Vegan Business aposta em crowdfunding”. 

Um pequeno trecho é o seguinte: “Startups veganas e plant based têm surgido em grande quantidade no país, e boa parte depende de fundos de investimento para consolidar seus negócios. Mas há outras alternativas. A plataforma de negócios Vegan Business, por exemplo, obteve registro na Comissão de Valores Mobiliários (CMV), no início de outubro, para trabalhar como plataforma de equity crowdfunding”. 

Christian Wolthers, nosso fundador, falou: “Eu tive o prazer de contar um pouco mais sobre a nossa missão de democratizar investimentos em negócios plant-based e apoiar empresas e empreendedores em early stage a escalarem seus negócios”. 

Ele também disse: “Se você tem interesse em investir em negócios que estão trabalhando para construir um mundo melhor, fico feliz em bater um papo e contar mais sobre o nosso trabalho”. 

Caso queira ler a matéria completa no Valor Econômico, acesse: Vegan Business aposta em crowdfunding

Saiba mais sobre Equity Crowdfunding

Se você ainda não entende o que é Equity Crowdfunding iremos te explicar. 

Essa é uma alternativa recente de captação de recursos e investimentos que está crescendo cada vez mais. 

O funcionamento é bem simples: essa forma de captação conecta os investidores a startups e pequenas empresas com alto potencial de crescimento, assim, as empresas recebem o investimento e os investidores conseguem participação nos negócios em forma de quotas/ações ou títulos conversíveis. 

Muitas empresas já estão apostando no Equity Crowdfunding para alavancar seus empreendimentos. Quer exemplos? 

  • Heura — a startup de carne vegana levantou € 16 milhões em uma rodada de Equity Crowdfunding
  • Meatless Farm — a marca de carne vegana recebeu £3 milhões em uma rodada de investimento
  • Popai Snack — a empresa de snacks brasileira conseguiu R$ 1,6 milhões via Equity Crowdfunding

Os benefícios dessa modalidade são os seguintes: 

  • Democratiza os investimentos 
  • Tem alto potencial de retorno
  • Apoia projetos inovadores e reais
  • É prático
  • Auxilia a divulgar sua marca (afinal, os investidores podem conhecê-la)
  • Pode realizar uma validação de mercado

Se deseja se aprofundar nesse conhecimento, recomendamos ler o Guia Completo que elaboramos para você. 

A plataforma de investimento do Vegan Business

A plataforma de investimento de Equity Crowdfunding do Vegan Business trará diversas possibilidades. Haverá empresas de alimentação, cosméticos e maquiagens, produtos de higiene pessoal, limpeza, vestuário e moda, além das tecnologias que buscam facilitar a vida sem prejudicar o planeta e os animais. 

As rodadas começarão em janeiro de 2022, e serão feitas exclusivamente pelo meio eletrônico. Para você ficar atento a essa novidade, se cadastre na lista de investidores.

Após se inscrever, você poderá tomar um café virtual com a CEO do Vegan Business, Nádia Gonçalves, e conhecer mais sobre o nosso propósito. 

Gostou dessa notícia? Aproveite e leia também: 

Vegan Business é registrado como plataforma de Equity Crowdfunding

Plataforma Vegan Business é destaque no Vegazeta

Crica Wolthers, founder do Vegan Business, aparece em matéria da CNN

*Imagem de capa: Unsplash



por Amanda Stucchi em 4 de novembro