A startup de carne vegana Heura, marca espanhola, levantou € 16 milhões em uma rodada de investimentos liderada pela Impact Fooding, além desse fundo de investimentos, a empresa também é apoiada por Unovis, Lever VC, Capital V e a Green Monday. Outra conquista obtida esse mês foi o fechamento de uma rodada de Equity Crowdfunding que permitiu a essa empresa e a sua comunidade Good Rebels a possibilidade de comprar ações por, no mínimo, 20 euros e, no máximo, 50 mil euros. Puderam investir pessoas acima de 18 anos que eram legalmente autorizadas a investir. 

O Equity Crowdfunding é um jeito novo e cada vez mais popular de investir em uma empresa, pois as startups podem fazer o upload de seu case de negócios e metas de investimento em uma plataforma on-line. Dessa forma, os investidores conseguem capital dessa empresa, adquirindo direito a ações futuras da companhia. Ou seja, se o negócio da empresa for bem, esses investidores terão uma participação de longo prazo nessas startups.

Alguns jogadores do futebol internacional também apoiam a Heura, tendo investido no crowdfunding, como: Saúl Ñíguez, Sergi Roberto, Cesc Fábregas e Chris Smalling. Essa confiança depositada na marca permite que a empresa tenha um crescimento exponencial. 

O CEO e co-founder Marc Coloma, disse à imprensa: “Contar com um perfil de investidores tão orientados a missão, que confia e acredita em nosso propósito, significa que podemos impulsionar a transição proteica e acelerar a mudança que queremos ver no mundo. Nossa missão está clara, e agora temos a gasolina para chegar ao objetivo mais rápido”, em tradução livre. 

No vídeo da Heura Foods, o outro co-founder, Bernat Añaños, também explicou um pouco sobre o propósito da empresa: “A visão da Heura Foods, em relação ao desperdício de alimentos, é ir ao foco do problema. Entendemos que em um mundo onde existe uma crise climática enorme, onde muita gente não tem acesso aos nutrientes básicos, devemos modificar a forma que desenvolvemos as proteínas. Entendemos que usar os animais como máquinas de produzir proteínas é ineficiente […]”.

Outras informações interessantes, é que a empresa encerrou seu ano de 2020 com um faturamento de  € 8 milhões, triplicando o faturamento do ano anterior. Essa marca plant-based é uma das que tem crescimento mais rápido na Europa! Só nos últimos três meses de 2020, ela atingiu a somatória de todo seu faturamento de 2019, apesar do cenário pandêmico. Além dessa questão econômica, a Heura também auxilia muito na sustentabilidade, pois em 2020 seus produtos de carne vegana causaram um impacto de economia de água de 3 milhões de litros e reduziram 6,7 milhões de kg de emissão de CO₂. 

Uma comparação para sua visualização é que essa quantidade toda de água (3 milhões de litros) equivale a 1232 piscinas olímpicas, enquanto o valor de CO₂ (6,7 milhões) pode ser comparado a viajar mais de 27 milhões de quilômetros utilizando um carro. Surpreendente, não é? 

Sobre a startup de carne vegana Heura 

Essa startup espanhola, da cidade de Barcelona, foi criada por Marc Coloma e Bernat Añaños em abril de 2017. Busca trazer uma solução para transformar o sistema alimentar, acelerando a mudança para um mundo onde não se consome carne de origem animal. Seus produtos possuem herança da culinária mediterrânea, que visa diminuir o consumo de gorduras, aumentando na dieta os alimentos naturais. Atualmente estão disponíveis em seu site, o frango e a vitela com carne plant-based. 

É importante ressaltar que essa marca não está disponível no território brasileiro, mas é possível encontrá-la em alguns países, como Cingapura, Hong Kong, Canadá, entre outros. 

Aproveite e leia também: 

13 tendências em proteínas alternativas para 2021 

Proteínas de fontes vegetais reduzem o risco de doenças cardíacas e demência



por Amanda Stucchi em 24 de junho