O investidor dinamarquês-brasileiro, Crica Wolthers, founder do Vegan Business e co-founder do Zen Wellness, apareceu em uma matéria da CNN que aborda o mercado plant-based. 

Na matéria, é informado que o mercado plant-based tem um faturamento estimado de até US$ 14,9 bilhões em 2027, sendo que em 2020 faturou US$ 5,6 bilhões globalmente, com uma previsão de crescimento anual de 15% até o final do período previsto, segundo informações da Research and Markets

Christian Wolthers disse um pouco sobre as celebridades investidoras, que servem como plataforma de mídia e credibilidade para as empresas veganas: “Com cada vez mais pessoas falando sobre o assunto, você vê que isso se populariza. Esse movimento faz com que as pessoas prestem mais atenção no setor, e, assim como em um ciclo vicioso, mais empresas e empreendedores olham para esse mercado”. 

Ele também falou sobre dois motivos pelos quais investidores podem buscar empresas que são veganas, vegetarianas e, até mesmo, flexitarianas: “O crescimento do mercado é exponencial, o que é um bom motivo quando se procura investimento. O segundo, para mim, é ser alinhado com algo que tem a ver com a minha crença pessoal, por eu ser vegano”.

Segundo a matéria, um dos argumentos que é contrário às carnes plant-based é o custo dos produtos. Um exemplo dado são os hambúrgueres da Fazenda Futuro, onde o pacote com dois itens sai por aproximadamente R$ 18,85, já os da Sadia, com carne de origem animal, tem 12 hambúrgueres que saem por praticamente R$ 30. 

Quanto a essa questão, Christian explicou: “Uma startup não vai conseguir produzir a mesma quantidade que empresas maiores, é questão de volume. Com mais volume, mais fácil fica a produção. Crescendo a demanda, você cresce a operação e se torna mais competitivo no preço”. Revelando que com mais investimentos nas empresas, os preços desses alimentos tendem a ficar mais baratos. Ele também realizou uma previsão para o veículo, relatando que os produtos à base de plantas serão, em breve, mais baratos do que os produtos com proteínas animais. 

A reportagem também contou com a participação de outras empresas famosas no mercado, como a Fazenda Futuro, NotCo, e falou sobre a parceria da BRF com a Aleph Farms, que pretende trazer a carne cultivada para o Brasil em 2024. 

Para ler a matéria completa acesse: À base de plantas: como o mercado de carne que não é carne cresceu no Brasil, escrita por Tamires Vitorio na CNN. 

Gostou desse assunto? Aproveite e leia também: 

Crica Wolthers, fundador do Vegan Business, e Veg Capital são destaque em matéria na CNN Brasil

Super Vegan e Veg Capital se destacam no Vegconomist

Veggly anuncia Crica Wolthers como advisor

*Imagem de capa: Acervo pessoal Crica Wolthers



por Amanda Stucchi em 30 de julho