Você deve saber que o mercado plant-based está fazendo sucesso, mas será que conhece as empresas que se tornaram unicórnios? 

Esse nome mitológico denomina as startups que tiveram valuation de mais de US$ 1 bilhão antes de realizarem o IPO (Initial Public Offering) nas bolsas de valores. O termo nasceu em 2013, quando Aillen Lee (fundador da Cowboy Ventures) descreveu essas empresas dessa maneira. 

Chegar a mais de US$ 1 bilhão é o sonho de qualquer empreendedor que almeja grande sucesso! A The Street apontou algumas dessas marcas, portanto, vamos falar sobre essas empresas plant-based para você se inspirar.

1# NotCo (Chile)

A NotCo é uma empresa que desenvolve produtos à base de plantas através da inteligência artificial Giuseppe. 

A única da América Latina presente nessa lista, levantou US$ 235 milhões em uma rodada passada da Série D, com participações da Tiger Global Management, DFJ Growth Fund, The Social Impact Foundation e a Zoma Labs. 

Também incluiu os empreendedores Joe Gebbia (Airbnb), Jack Dorsey (Twitter) e as celebridades Lewis Hamilton, Roger Federer e o DJ Questlove. 

Atualmente está presente em cinco países: Chile, Brasil, Argentina, Estados Unidos e Canadá. 

2# Eat Just (EUA)

A Eat Just é um grupo que conseguiu se tornar um unicórnio em 2016. 

Um produto famoso da marca é o ovo à base de plantas e o grupo também tem uma divisão de carne cultivada, que já foi comercializada em Cingapura (primeiro país a aprovar a venda desse produto). 

Sua última rodada levantou US$ 267 milhões, para a produção de sua carne cultivada. Além disso, como noticiamos, a valuation da empresa está em US$ 3 bilhões.

O IPO dessa marca pode estar próximo, segundo informações da Forbes, é possível que isso aconteça entre outubro desse ano e o começo de 2022. 

3# Impossible Foods (EUA)

A Impossible Foods é uma marca que produz carne à base de planta. 

Segundo a CNBC, a empresa tem valuation de pelo menos US$ 10 bilhões. Além disso, na rodada da Série G levantaram US$ 200 milhões, nessa mesma série também conseguiram obter os seguintes valores adicionais: US$ 837 mil, US$ 1,5 milhões e US$ 1,7 milhões. 

A marca também lançou nesse mês a carne de porco vegana de forma moída, primeiro em um bar dos Estados Unidos e depois em mais de 100 restaurantes de Hong Kong. 

4# Misfits Market (EUA)

O Misfits Market é um mercado que realiza delivery de comida orgânica em um sistema de assinatura. Não é vegano, mas possui opções. 

É explicado em sua página: “O Misfits Market se dedica a facilitar o acesso de alimentos de alta qualidade a preços acessíveis e, ao mesmo tempo, ajudar a quebrar o ciclo de desperdício de alimentos”. 

Para quebrar o ciclo de desperdício de alimentos, a empresa trabalha com fazendeiros e fabricantes para resgatar os produtos orgânicos e outros itens de mercearia que poderiam ir para o lixo. Depois, colocam esses produtos em uma caixa e entregam para os consumidores. 

A valuation da marca é de US$ 2 bilhões, e sua última rodada levantou US$ 225 milhões em uma Série C-1 liderada pela SoftBank Vision Fund 2, com participação da Accel. 

5# Sweetgreen (EUA)

Esse é um restaurante fast casual que serve saladas sazonais, tigelas quentes e acompanhamentos. Não é vegano, mas possui opções adequadas para o veganismo. 

Um restaurante fast casual é um que não oferece serviço de mesa, mas possui uma atmosfera diferente. Para simplificar, basta dizer que fica entre os restaurantes casuais e os fast foods. 

Sua valuation está em US$ 1,78 bilhões e em sua última rodada conseguiu US$ 150 milhões.

Gostou de conhecer essas empresas plant-based? Aproveite e leia também: 

Como Começar a Investir do Zero: Guia Para Iniciantes (2021)

O Que é Investimento Anjo e Como Funciona? Guia Completo!

Como Investir na Bolsa de Valores: Passo a Passo Para Iniciantes

*Imagem de capa: Unsplash



por Amanda Stucchi em 7 de outubro