Quer conhecer um evento sobre carne cultivada? Nós já falamos bastante sobre esse tipo de alimento, cujo mercado poderá atingir US$ 25 bilhões até 2030. No momento, esse produto só é comercializado em Cingapura, mas já existe a previsão de chegar em terras brasileiras entre 2024 e 2025, por conta de uma parceria da BRF com a startup Aleph Farm. 

O evento que irá abordar essa questão é o New Meat Brazil 2021, do Fórum Internacional de Carnes Cultivadas e Proteínas Alternativas, que acontecerá no dia 21 de setembro. Quem apoia essa iniciativa é a Sociedade Vegetariana Brasileira, com a Internacional Vegetarian Union, o Sindicato de Restaurantes bares e similares de São Paulo, a Confederação Nacional do Turismo, entre outros. Além desses nomes, quem patrocina o evento é a Incrível Seara (linha 100% vegetal da marca) e a Kerry (com linhas plant-based). 

Em sua página é possível verificar os temas que serão abordados no evento e os palestrantes convidados. Alguns exemplos dos temas são: previsões futuras da alimentação mundial, a evolução da Agricultura Celular no Processo de Produção das Carnes Vegetais e Cultivadas, e a tecnologia aplicada na produção de  carnes vegetais e  cultivada. Também haverão módulos focados em startups, mundo acadêmico, indústria, e na gastronomia. 

Diversos nomes de peso foram convidados para participar. Por exemplo, Gustavo Guadagnini que é diretor-executivo da GFI Brasil, Fabio Zukerman, founder da Green Kitchen, e o Ciro Orenstein Tourinho, diretor-geral da NotCo Brasil. Também existem professores, investidores e fundadores.  

O público alvo do evento sobre carne cultivada são: investidores, trabalhadores da indústria de alimentos e também da indústria de matéria-prima, as empresas de tecnologia, startups, nutrólogos, chefs, pesquisadores e os estudantes. Para quem deseja se inscrever, o investimento para participar é de R$ 250. 

Carne cultivada: mercado até 2025

Um relatório da Markets and Markets estimou que o mercado de carne cultivada valerá US$ 214 milhões em 2025, chegando a US$ 593 milhões em 2032, registrando um crescimento a um CAGR de 15,7% entre o período de 2025 e 2032. É dito: “O crescimento desse mercado é atribuído às startups que estão entrando no mercado, devido ao crescente número de investidores, como Cargill e Tyson Foods”. 

Alguns fatores que impulsionarão esse mercado serão: as inovações da agricultura celular, o aumento do consumo de carne (bem como a demanda por carnes nutritivas) e uma tendência maior para produtos voltados para o bem-estar animal e sustentabilidade ambiental. 

Também é relatado que o produto que dominará esse mercado durante o período previsto são as aves, sendo esperado que tenha um preço mais baixo com relação a outros produtos. Quanto ao alimento que representou mais tamanho de mercado durante o período pesquisado, foram os nuggets cultivados. Segundo o estudo a demanda por nuggets está aumentando significativamente e esse é um “importante produto de carne processada”. 

Aproveite e leia também: 

Evento online debate o futuro do mercado de alimentos e suas tecnologias

Qual o país mais vegano do mundo? 

Vegano e plant-based: qual a diferença?

*Imagem de capa: Pexels



por Amanda Stucchi em 16 de agosto