Quer saber o que é alimentação sustentável? 

Os alimentos estão cheios de sabor, temperos e cores, tudo associado com nossas emoções, trazendo nutrientes para nosso corpo e experiências diversas. 

Na correria do dia a dia, às vezes não é possível aproveitar esse momento: parar, sentir os aromas, observar como é a textura do alimento, adivinhar os ingredientes utilizados e relembrar a origem da receita, bem como os momentos vividos em torno dessa comida. 

Como sabemos, a sustentabilidade está presente em diversos momentos da nossa vida: podemos escolher apagar a luz ao sair de um cômodo e preservar energia, andar a pé em um caminho mais curto em vez de escolher o carro, reaproveitar objetos, separar os resíduos para a reciclagem, entre outras atitudes. 

O que é alimentação sustentável? Saiba como aplicar esse conceito na sua vida 

A alimentação sustentável pode ser definida como uma prática com baixo impacto ambiental, além de também estar relacionada de forma positiva com a saúde e a sustentabilidade econômica e social. 

Pensando em deixar esse conceito mais claro, desenvolvemos algumas dicas que você pode aplicar na sua alimentação. 

1# Não desperdice alimentos 

A primeira forma de deixar sua alimentação mais sustentável é reduzindo o desperdício de alimentos. 

Um estudo, realizado pela Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO), já descobriu que o desperdício ou a perda de alimentos são responsáveis por aproximadamente 3,3 gigatoneladas de emissões de gases de efeito estufa. 

Dessa forma você pode: 

  • Não exagerar na comida que coloca no prato (se ainda estiver com fome, pode repetir depois). 
  • Observar a validade dos produtos que tem em casa e também fazer uma lista de compras ao sair, isso evita compras repetidas. 
  • Não comprar algo só porque está na promoção. A tentação pode ser grande, mas avalie criticamente se você conseguirá utilizar mesmo o alimento. 
  • Guardar os alimentos de forma correta: coloque na geladeira para não estragar, feche bem o pacote, entre outros. 
  • Congelar as refeições para o futuro, pois isso auxilia a aumentar a duração dos pratos. 
  • Aproveitar totalmente a comida, que tal aprender a fazer uma receita usando cascas de fruta? 

Outra coisa importante é não descartar um alimento só por causa da aparência. Por exemplo, se a fruta está saudável, mas apresenta uma mancha de batida, que tal cortar essa parte fora? Afinal, ainda continua boa. Outra sugestão é fazer uma torta com esse alimento. 

2# Consuma alimentos da época e dê preferência para comprar localmente 

Os alimentos da época não tem tanto agrotóxico, além disso, ao comprá-los localmente você auxilia a reduzir as emissões de carbono decorrentes do transporte. 

Um estudo australiano já revelou que o uso de agrotóxico está ligado ao desaparecimento de insetos, ademais, esse produto químico está relacionado com a contaminação do ar, água e solo. 

Nessa mesma linha de pensamento, evite alimentos transgênicos — geneticamente modificados — conforme o Ministério do Meio Ambiente, o cultivo de plantas transgênicas pode causar ameaças a biodiversidade. 

3# Pare de consumir carnes e laticínios 

Se você não é vegano, saiba que parar de consumir carnes e laticínios (ou reduzir esses produtos da sua dieta), pode auxiliar o meio ambiente. 

Essa sugestão é baseada em fatos, afinal, a sustentabilidade e o veganismo andam em conjunto. 

Conforme a Embrapa, um quilo de carne bovina utiliza em média 15,5 mil litros de água. Além disso, ao retirar produtos de origem animal da dieta, você também auxilia na diminuição dos gases de efeito estufa ocasionados pelo gado. 

4# Evite o plástico 

Sabe aquela sacolinha plástica que você pega no mercado? Aquele alimento embalado que você resolve comprar? Pois é, dê preferência a alimentos naturais que não necessitem de embalagem e utilize uma sacola retornável.

Caso precise comprar um alimento embalado, verifique as empresas que fazem embalagens recicláveis com materiais que demoram menos tempo para se decompor. Além disso, você pode separar os resíduos para a reciclagem, isso ajuda muito o meio ambiente! 

5# Tenha uma cozinha mais sustentável 

A dica bônus é ter uma cozinha mais sustentável. 

A cozinha é um espaço primordial para elaborar alimentos, já falamos sobre esse assunto aqui

Caso seja possível, você pode ter eletrodomésticos mais eficientes — que gastem menos energia — ter uma horta para cultivar temperos, reduzir o uso do gás ao deixar os grãos de molho, descongelar os alimentos naturalmente, dar preferência para os utensílios de vidro e não de plástico, fazer compostagem, entre outras atitudes. 

Na hora de limpar o local, outra sugestão é utilizar produtos de limpeza veganos e mais sustentáveis. 

Gostou dessa notícia? Aproveite e leia também: 

Meio Ambiente e Sustentabilidade: o que é e importância (2021)

Como ensinar sobre sustentabilidade para as crianças?

Pesquisa indica que cresce a prática sustentável entre os jovens do Brasil

*Imagem de capa: Unsplash



por Amanda Stucchi em 15 de dezembro