Sabia que a prática sustentável está crescendo entre os jovens no Brasil?

O Yubo, aplicativo de live streaming para a geração Z, realizou uma pesquisa com os jovens para tentar entender se esse público está pensando em um consumo mais sustentável. A pesquisa foi feita entre os dias 1 e 4 de outubro desse ano, dentro da própria plataforma, com participação de 1.200 jovens. 

Jovens já acreditam que devem ser conscientes e sustentáveis em suas escolhas alimentares 

Foi constatado que 91% dos jovens já acreditam que devem ser conscientes e sustentáveis nas escolhas alimentares. Sem contar que 96% gostariam que suas famílias e amigos também pensassem como eles quando se trata desta questão sustentável.   

Como sabemos, a criação de gado gera muito desmatamento, além de cerca de 15% das emissões de carbono na atmosfera — alguns estudos também estimam que a carne é responsável por quase 60% dos gases de efeito estufa na alimentação  —  também é uma indústria que consome bastante água, conforme a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura, 70% da água consumida no mundo é utilizada na pecuária, aquicultura e irrigação de lavouras. 

Segundo um relatório da coalizão internacional de gestores com 40 trilhões de dólares em ativos, a FAIRR Initiative, 30% das emissões de carbono das famílias norte-americanas vêm da alimentação. Deste índice, quase 75% são com produtos de origem animal.  

Prática sustentável entre os jovens: quais hábitos esse público segue? 

Sobre os hábitos do dia a dia, mais de 50% dos jovens participantes já estão fazendo o uso de sacolas retornáveis, além de mais de 30% reutilizar copos e xícaras e também usar canudinhos de metal ou de materiais reutilizáveis. 

Alguns deles estão mudando a dieta nutricional e cozinhando moderadamente, sendo que 20% dos participantes se consideram vegetarianos ou flexitarianos, enquanto 2% se declaram como veganos.

De acordo com Lucien Grandval, diretor de comunicações do Yubo, o jovem está bem mais consciente dos seus atos quando o assunto é sustentabilidade em comparação com os jovens do passado.

“Decidimos fazer essa pesquisa porque vínhamos presenciando a cada dia a criação de novas salas de debate por vários jovens de todo o mundo, principalmente brasileiros. A geração Z está mais preocupada com essa prática de ser e não apenas em conhecer a sustentabilidade”, declarou Lucien. 

Resultados da pesquisa sobre a prática sustentável entre os jovens 

Quer saber mais sobre o resultado dessa pesquisa? Vamos te contar!

Escolha alimentar — 91% dos jovens acreditam que é importante ser consciente e sustentável com suas escolhas alimentares; 6% não sabem ao certo; 2% disseram que não. 

Perfil — 67% dos jovens declararam que não seguem uma dieta específica, 12% disseram que são semivegetarianos ou flexitarianos, ou seja, comem a maior parte do tempo alimentos à base de plantas e ocasionalmente alguma carne, 8% disseram que são vegetarianos; 7% outros tipos de nomenclatura, 2% são veganos; 2% seguem o pescetarianismo, cortaram a carne vermelha e comem frutos-do-mar; 1% são celíacos, possuem dificuldade de processar o glúten;

Motivos da mudança alimentar — 45% dos jovens disseram que não mudaram; 25% afirmaram que mudaram por motivos de saúde; 12% porque se tornaram mais conscientes com o desperdício de comida; 8% devido a um documentário que assistiram ou a um artigo que leram; 5% sugerido por um médico ou nutricionista; 4% por influência de amigos e/ou família; 0,3% por razões religiosas;

Virando pessoa agricultora — 87% disseram que plantariam os alimentos se eles fossem mais rentáveis; 12% disseram que não plantariam;

Compras de alimentos — 43% das pessoas afirmaram que compram alimentos nos grandes mercados de rede; 36% em mercados locais; 10% em feiras de rua; 4% em negócios pequenos; 3,5% direto com os produtores; 2% em mercados independentes;

Por uma vida mais sustentável — 50% afirmaram que fazem o reuso de sacolas de compras; 38% usam canudos de metal ou reutilizáveis; 34% usam copos ou xícaras reutilizáveis; 20% cozinham de forma moderada; 17% coletam plásticos e os descartam em locais que fazem reciclagem; 15% cultiva vegetais no próprio jardim; 15% fazem adubo com restos de comida; 13% não fazem nada disso; 6% recusam qualquer embalagem plástica para entregas; 6% doam comida sobressalente;

Por um mundo melhor — 96% dos jovens acreditam que sua família ou amigos poderiam fazer mais pelo meio ambiente quando se trata de comportamentos, como comida, embalagens plásticas, etc.; 4% disseram que não acreditam. 

Sobre o Yubo

O Yubo é um novo espaço social que dá aos jovens um local para serem eles mesmos. 

A empresa explicou sobre seu objetivo: “Hoje, os jovens passam grande parte do seu tempo social on-line, no entanto, eles não conseguem encontrar um espaço de baixa pressão onde podem apenas conviver com sua faixa etária, longe das pressões e expectativas. Ao possibilitar o convívio e a socialização em pequenos grupos, Yubo está ajudando os jovens a descobrir o mundo e a si mesmos por meio de conversas com outros jovens de diferentes culturas e países”. 

É possível encontrar o aplicativo tanto na Apple Store, quanto no Google Play.

Gostou de conhecer esses dados sobre a prática sustentável entre os jovens? Aproveite e leia também: 

Geração Z é mais consciente: o que isso tem a ver com ESG?

Geração Z e as ações da Impossible Foods focadas nesse público

O veganismo está explodindo entre os jovens

*Imagem de capa: Pexels



por Amanda Stucchi em 25 de novembro