É verdade que a alimentação vegana pode beneficiar imensamente sua saúde. No entanto, até mesmo os veganos podem sentir inchaço, gases, azia e dores de estômago em geral de tempos em tempos. Então, siga estas dicas e saiba como melhorar a saúde gastrointestinal com alimentação vegana.

Mastigue devagar

Antes de mais nada, coma devagar. Ainda que esteja com tempo contado, na hora da refeição é importante manter a calma. Portanto, se alimente com pequenas quantidades e mastigue lentamente a comida, assim, o corpo terá tempo para liberar enzimas digestivas e os ácidos estomacais necessários para a digestão adequada.

Similarmente, mastigar devagar também permite que seu cérebro tenha tempo suficiente para receber de seu estômago o sinal “cheio”, o que pode ajudá-lo a parar no meio de um farto prato de mac and cheese vegano, em vez de devorar tudo e terminar com o estômago dolorido.

Coma com atenção

Uma parte de ser vegano é ter consciência de como sua comida e seu estilo de vida afetam os outros. Essa atenção também pode se traduzir em estar presente no momento em que você estiver comendo.

Quando presente, o corpo fica mais relaxado e pode digerir os alimentos adequadamente. Ser multitarefa enquanto come, e scrolar o infinito feed da rede social  enquanto mastiga uma grande salada vegana pode levar a alimentos não digeridos que permanecem em seu intestino, causando gases, dor e inchaço.

Beba água, mas na hora certa

A maioria dos alimentos à base de plantas é rica em fibras. A água ajuda a mover toda essa fibra extra em seu intestino, mas beber água demais durante a refeição pode diluir o ácido do estômago, bem como, as enzimas digestivas no intestino e impedir a digestão adequada.

Beba um pouco de água durante as refeições, mas tente obter a maioria dos nove a treze copos de água recomendados entre as refeições.

Adicione linhaça e chia

Precisamos falar sobre isso: fibra é o laxante da natureza. Quando as coisas não estão se movendo como deveriam, um pouco de fibras naturais, principalmente de alimentos como linhaça e chia pode mantê-lo regular. Adicione uma colher de sopa dessas sementes super saudáveis em suas refeições diariamente. Enfim, eles também fazem uma substituição interestelar ao ovo para pães e bolos veganos.

Dê preferência aos chás

Adoramos uma boa dose de café, mas o chá de ervas reina supremo sobre o café quando se trata de aliviar os problemas gastrointestinais. Ao propósito, chás como camomila, hortelã-pimenta, erva-doce e gengibre podem fornecer hidratação, aliviar o estômago, reduzir náuseas e diminuir o inchaço e os gases.

Coloque as leguminosas de molho

Certamente, para todo vegano que preze, as leguminosas são as queridinhas da alimentação – feijão, ervilha, grão-de-bico e lentilha são itens básicos da dieta à base de plantas. No entanto, às vezes falhamos em perceber quantos feijões foram depositados no apetitoso prato que acabamos de comer, e o resultado é um abdome inchado que se recusa a ir embora.

Para reduzir o gás e o inchaço, tente legumes deixar os grãos de molho durante a noite, antes de cozinhar. Ainda, se deseja dar um passo adiante, saiba que leguminosas germinadas são ainda mais fáceis de digerir.

Experimente jantar mais cedo

Com a finalidade de melhorar a saúde gastrointestinal com alimentação vegana, especialmente para quem tem pré-disposição para azia e má digestão, evite comer por pelo menos duas horas e meia antes de se deitar.

À noite, nosso corpo cai em um estado relaxado e muda a energia e o fluxo sanguíneo da digestão dos alimentos para a reparação do corpo. Desse modo, faça suas refeições muito antes de se deitar para poder digerir adequadamente essa refeição incrível antes de cair em bons lençóis.

Solte o cinto de couro vegan

Quer você goste ou não, usar roupas apertadas, cintos ou outras peças restritivas podem causar pressão excessiva nos órgãos digestivos. Se apertada o suficiente, essa pressão pode mover os alimentos de volta para o esôfago e para a garganta, resultando em azia. Desse modo, o excesso de pressão no meio do corpo também pode prejudicar a digestão e causar gases, inchaço e dores de estômago em geral.

Nesse sentido, na hora de escolher suas roupas, prefira sempre aquelas que te deixam mais confortáveis e que deixem o seu corpo bem à vontade.

Limite os alimentos processados

Graças às inovações que criaram tudo vegano, é fácil consumir alimentos processados ​​sem realmente perceber. Óleos, açúcares adicionados, aditivos alimentares e gorduras saturadas, encontrados em muitos produtos comerciais, são causas comuns de náusea, inchaço e gases. Desfrute dessas iguarias veganas com moderação e observe quais produtos estimulam o mal estar no estômago para evitar futuros desconfortos.

Agora que você já sabe como melhorar a saúde gastrointestinal com alimentação vegana, confira esses 41 itens que todo vegano precisa experimentar  e saiba como economizar em compras veganas.



por Nadia Ferreira Gonçalves em 12 de Maio