O Instagram apontou em seu relatório de tendências os temas escolhidos pela Geração Z que devem moldar a cultura no próximo ano, sendo que a beleza limpa é uma tendência. O estudo foi feito em parceria com a repórter Darian Symoné Harvin, que conversou com criadores de conteúdo e analistas de tendência para verificar quais assuntos serão mais discutidos em 2022. Além de contar com uma pesquisa da YPulse, que teve a participação de 1.200 usuários semanais de mídia social, com idades entre 13 e 24 anos nos Estados Unidos.

A beleza limpa é uma tendência, bem como outros temas relacionados com a sustentabilidade

Na parte de moda e beleza, é afirmado que as pessoas mais jovens estão se tornando mais conscientes dos produtos que utilizam no corpo. Aqui é dito que a beleza limpa, movimento com preocupação quanto aos impactos que os produtos de beleza causam no consumidor e no meio ambiente, irá crescer nesse ano. 

Além disso, é informado que 1 em cada 3 jovens desejam aprender mais sobre beleza limpa e comprar esses produtos, incluindo aqueles que são à base de plantas e veganos, dando preferência para tratamentos de pele que são minimalistas. 

O relatório também mostrou que muitos jovens estão criando brechós digitais, fazendo uma curadoria de roupas. Vale mencionar que uma das top hashtags da plataforma foi #sustainablefashion (moda sustentável). 

É apontado que 1 entre 4 jovens (23%) desejam comprar mais através de sites de brechós, enquanto 24% desejam vender suas próprias roupas e contribuir com a sustentabilidade do planeta. 

Essa é uma ótima notícia, já que falamos por aqui que a indústria da moda é considerada a segunda indústria mais poluente para o meio ambiente e emite 10% do carbono global. 

O brechó é uma maneira de auxiliar a natureza, enquanto combate a ideia do fast fashion, moda geralmente feita para tendências passageiras que possui uma mão de obra barata, com peças de baixo custo e pouca durabilidade.

Na parte de wellness, é dito que deixar a casa mais sustentável e eco-friendly será outra tendência para esse ano, enquanto as perspectivas holísticas estão crescendo. 

Os jovens e a gastronomia

Outra descoberta foi que os jovens querem experimentar receitas complexas. Além disso, 1 em cada 6 jovens tem um interesse pela gastronomia molecular, ciência que aplica técnicas da indústria alimentícia na cozinha convencional. 

Já 1 em cada 5 participantes deseja aprender mixologia em casa ou descobrir novas formas de conseguir ingredientes, por exemplo, a comida hiperlocal que é cultivada perto de onde é consumida e evita a perda de nutrientes. 

Uma das hashtags que estavam no topo foi a #veganfoodie, algo como “gourmet vegano” ou “viciado em comida vegana”, em tradução livre. 

Para acessar o relatório completo é possível baixar o estudo: The 2022 Instagram Trend Report (em inglês). 

A busca por comida vegana no Google

Já falamos por aqui sobre o Year in Search 2021, feito pelo Google, é possível realizarmos paralelos com o estudo do instagram. 

  • A busca pela palavra-chave “comida vegana perto de mim” teve um crescimento de 5000%. 
  • Os termos “sustentabilidade”, “como conservar” e o “impacto das mudanças climáticas” também foram pesquisados em níveis recordes em todo mundo. 
  • A pergunta “como se mudar com plantas?” foi mais pesquisada do que como se mudar com crianças ou animais. 

Enquanto isso, no relatório do Instagram podemos perceber que a hashtag #veganfoodie ficou no topo, enquanto os jovens estão buscando tornar suas casas mais sustentáveis e aderir a moda adquirida de brechós, também comercializando esses produtos. 

Gostou dessa notícia? Aproveite e leia também: 

Pesquisa indica que cresce a prática sustentável entre os jovens do Brasil

10 canais de receitas veganas no YouTube para colocar a mão na massa

19 Tendências de produtos plant-based e sustentáveis para 2022

*Imagem de capa ilustrativa: Unsplash



por Amanda Stucchi em 12 de janeiro