O único ETF vegano negociado na bolsa de valores, US Vegan Climate ETF (VEGN), apresenta potencial de lucro de investimentos éticos e sustentáveis.

Quem lançou essa possibilidade de investimento foi a Beyond Investing, esse ano a empresa também criou outros fundos veganos de capital de risco como o Diversity Fund, Vegan Diversity S/EIS Fund e o Beyond Impact Fund II.

O ETF vegano superou o índice S&P 500 (Standard & Poor’s 500), esse é um índice com quinhentos ativos cotados nas bolsas da NYSE ou da NASDAQ que são qualificados conforme o tamanho do mercado, a liquidez e também a representação de grupo industrial.

A importância do índice é a seguinte: é considerado o principal indicador do mercado de ações da América do Norte.

A Beyond Investing trouxe à público seu desempenho nesse ano, e apontou que o ETF VEGN teve um retorno de 67,91% desde agosto de 2021, já o S&P ficou em 57,07%. Também conseguiu US$ 65 milhões em ativos.

Claire Smith, CEO da Beyond Investing, disse ao ETF Express: “Mais do que tudo, o enorme sucesso do VEGN ETF ressalta que o investimento amigo dos animais e consciente do clima pode ser bom para as pessoas, o planeta e seu bolso”.

Ela também acrescentou: “Com a expansão de nossa linha de produtos em índices globais de pequena capitalização e veganos regionais, nosso objetivo é fornecer soluções de portfólio completo para veganos e ambientalistas que criam um mundo mais amável, limpo e saudável”.

Imagem ilustrativa: Pexels

Sobre o ETF Vegano

A Beyond Investing seleciona empresas que possuem princípios veganos e tem preocupação com as alterações climáticas.

É dito: “Exclui empresas envolvidas na exploração animal, defesa, abusos dos direitos humanos, extração de combustíveis fósseis e produção de energia e outras atividades ambientalmente prejudiciais”.

A empresa também afirma que a pegada de carbono de seu fundo é menor que a do S&P em 77%, minimizando 98% dos resíduos e economizando 93% de água por unidade de receita. Legal, não é?

Terminologia: ESG

Você sabe o que é ESG?

São empresas que procuram limitar seu impacto negativo na sociedade, a sigla traduzida significa ambiental, social e governança.

No meio ambiente são considerados vários fatores, como as mudanças climáticas, emissão de carbono e reciclagem.

Já no social alguns dos fatores considerados são se a empresa tem uma equipe diversa e obedece às leis trabalhistas, enquanto a governança verifica se existe corrupção, por exemplo.

Em nossa matéria relatamos a ligação entre essa prática e o veganismo: essas empresas possuem preocupação com os impactos que fazem no meio ambiente e na sociedade. Isso se alinha com o veganismo, pois a sustentabilidade e esse estilo de vida andam juntos.

Gostou dessa notícia? Aproveite e leia também:

O que é sustentabilidade ambiental? Veja exemplos e entenda tudo sobre o assunto 

Veg Capital investe em uma marca de tortas orgânicas

Ativistas veganas cobram ações do Brasil para combater crise climática

*Imagem de capa: Pexels



por Amanda Stucchi em 16 de setembro