Saborear um pedaço (ou uma barra inteira) de KitKat vegano está próximo de se tornar uma realidade. A Nestlé está lançando uma versão não láctea da sua popular barra de chocolate, chamada KitKat V. A empresa suíça está aderindo à tendência de alimentos alternativos à base de vegetais. E não para por aí, a Nestlé promete que o novo doce ainda tem o “equilíbrio perfeito entre wafer crocante e chocolate macio”.

KitKat V dispensa o leite lácteo, que é usado nas versões tradicionais, para uma alternativa à base de arroz, além de seu novo cacau sustentável, de acordo com a Bloomberg. A nova barra começará a ser vendida ainda este ano em vários países, em varejistas selecionados, antes de se expandir em todo o mundo.

KitKat vegano e a revolução alimentar

“O sabor foi um fator chave no desenvolvimento do chocolate à base de plantas para nosso novo KitKat vegano”, disse Louise Barrett, chefe do Centro de Tecnologia de Produtos de Confeitaria Nestlé, em um comunicado. “Usamos nossa experiência em ingredientes, junto com uma abordagem de teste e aprendizado, para criar uma deliciosa alternativa vegana ao nosso KitKat de chocolate original.”

Alimentos à base de plantas estão se tornando excelentes alternativas à carne e ao leite. Em 2019, a Mars lançou uma linha de barras de chocolate veganas como forma de atrair consumidores que desejam reduzir o consumo de carne e laticínios por motivos de saúde e ambientais. Recentemente, ela também lançou novas versões veganas de suas barras de chocolate. Outros fabricantes, como Lindt e Cadbury, também lançaram ultimamente doces veganos.

A tendência, segundo Alexander von Maillot, chefe da confeitaria da Nestlé, continua crescendo.

“Há uma revolução alimentar silenciosa em andamento que está mudando a forma como as pessoas comem. Queremos estar na vanguarda disso, defendendo a descoberta de alimentos e bebidas à base de plantas”, disse ele no comunicado.

Nestlé e o mercado plant-based

A Nestlé já lançou alternativas à base de plantas para laticínios feitos de arroz, aveia, soja, coco, ervilha e amêndoas em todas as categorias. Os exemplos incluem sorvete não lácteo, creme de café, bebidas à base de arroz e aveia, bebidas à base de ervilha, cappuccinos e lattes à base de plantas. Além de uma alternativa de leite condensado vegan, bem como uma variedade de queijos não lácteos para complementar os existentes hambúrgueres à base de plantas.

A empresa também lançou salsichas veganas e uma linha de alimentos para animais de estimação à base de plantas no ano passado.

Com um portfólio deste nível, nada melhor que satisfazer a vontade dos consumidores por um chocolate KitKat vegano e mais sustentável. Enfim, com um clima de suspense no ar, a empresa ainda não divulgou em quais os mercados o novo produto estará disponível e nem mesmo quando.

Leia também: Chocolate vegano – conheça 6 marcas nacionais e Leite vegetal – 31 marcas para você escolher



por Nadia Ferreira Gonçalves em 18 de fevereiro