Origine Non-Animale (ONA) é o primeiro restaurante vegano a receber uma estrela Michelin na França. Fundado pela chef autodidata Claire Vallée, o ONA serve pratos requintados à base de vegetais.

O Guia Michelin também premiou o ONA por seu compromisso com refeições vegetais inovadoras e com uma “Estrela Verde” da Michelin, reservada para restaurantes “operando na vanguarda de seu campo com práticas gastronômicas sustentáveis”.

Ona-jardim
Claire Vallée – Instagram

ONA – que significa Origine Non-Animale “(” origem livre de animais “) – está localizado na cidade de Arès, no Sudoeste da França, num terraço verde, tem um jardim com 140 plantas e é dirigido por Claire Vallée.

Ona-prato-inovador
Claire Vallée – Instagram

Ela abriu seu restaurante em 2016 graças ao dinheiro obtido por meio de crowdfunding e empréstimos de um banco especializado em financiamento ético. Os pratos do menu gourmet do restaurante (atualmente fechado por causa da pandemia do coronavírus) incluem combinações inovadoras, com visual de dar água na boca.

Ona-prato-criativo
Claire Vallée – Instagram

A culinária de fusão de Vallée é inspirada em suas viagens, principalmente na Tailândia, mas também em pratos indianos e africanos.

Ona-prato-colorido
Claire Vallée – Instagram

Em um comunicado à imprensa, Claire disse que inicialmente teve dificuldades para obter financiamento através de bancos tradicionais: “Eles disseram que as perspectivas para o veganismo e alimentos à base de plantas eram muito incertas”. O local escolhido para seu restaurante também não foi considerado promissor o suficiente.

Em uma mensagem no Instagram, ela agradeceu a seus apoiadores e crowdfunders, bem como às críticas positivas da mídia.

Isso mostra o quanto o ecossistema vegano conquistou espaço!

Estrela Michelin para restaurantes veganos

O guia Michelin publicou sua edição francesa anual na última segunda-feira.

A Michelin já atribuiu estrelas a restaurantes vegetarianos e alguns veganos em todo o mundo, observando que os vegetais e a culinária à base de plantas estão encontrando seu lugar em estabelecimentos de alta qualidade onde a carne e o peixe tradicionalmente ocupavam o lugar de destaque.

Sobre a estrela Michelin?

Muitos estão familiarizados com a empresa Michelin por sua variedade de ofertas de pneus de automóveis. Mas a marca sediada em Paris também é conhecida por seu Guia Michelin.

O industrial francês André Michelin e seu irmão, Édouard, fundaram a Michelin Tire Company em 1888 em Clermont-Ferrand. E em 1900, a dupla elaborou o primeiro Guia Michelin. Os irmãos lançaram o guia de viagens para ajudar os motoristas a planejarem melhor suas viagens. Na época, havia menos de 3.000 carros circulando no país. Os irmãos esperavam que o novo guia aumentasse a demanda por automóveis. Ao fazer isso, consequentemente, as vendas de pneus também aumentariam.

Durante vinte anos, os irmãos Michelin distribuíram o guia gratuitamente. No entanto, em 1920, a dupla lançou um novo guia, que foi vendido por sete francos. De acordo com a Michelin, o novo Guia Michelin apresenta uma lista de restaurantes franceses locais e outros estabelecimentos como postos de gasolina e hotéis para ajudar a melhorar as experiências de viagem dos motoristas.

Sistema de classificação por estrelas Michelin

Devido à crescente popularidade da seção de resenhas de restaurantes do guia, os irmãos contrataram uma equipe de inspetores de restaurantes para melhor avaliar os restaurantes. E em 1926, a empresa começou a conceder uma estrela Michelin a restaurantes finos na França.

Em 1931, a empresa expandiu seu sistema de classificação para incluir três estrelas. Cinco anos depois, a empresa publicou seus critérios de classificação de restaurantes.

O Guia Michelin atribui uma estrela a “um restaurante muito bom”, duas estrelas a um restaurante que tem “uma cozinha excelente que vale um desvio” e três estrelas a um restaurante que tem “uma cozinha excepcional que vale uma viagem especial”.

O Guia Michelin agora publica edições em vários países. Isso inclui os EUA, China e Brasil.

Embora nem todos os restaurantes aceitem a classificação, grande parte da indústria culinária reverencia o icônico sistema de classificação. Como tal, muitos restaurantes ao redor do mundo competem pelo cobiçado status de estrela Michelin.

Gostou de conhecer o primeiro restaurante vegano a receber uma estrela Michelin na França? Você também pode gostar destes artigos:

Restaurante vegano eleito o melhor de Las Vegas

Veganos pagam mais por refeições em restaurantes (e vão mais vezes)



por Nadia Ferreira Gonçalves em 21 de janeiro