A Novameat, localizada em Barcelona, obteve US$ 6,4 milhões em uma rodada pré-Série A! O valor será utilizado para auxiliar na colocação das carnes plant-based de corte inteiro no mercado, bem como desenvolver a tecnologia proprietária que permitirá a produção em escala comercial. 

O investimento foi liderado pela Praesidium, com a participação da Unovis Asset Management, Rubio Impact Ventures e Volta Circle, VU Venture Partners e Ataraxia. 

No final do ano passado, falamos sobre o bife vegetal 3D da marca, cuja tecnologia foi apresentada no Barcelona Mobile World Congress (MWC) em 2018. 

Aqui o alimento é feito com uma impressora que utiliza cápsulas com pasta de arroz, ervilha e algas marinhas, produzindo a carne de camada em camada até que pareça um alimento de origem animal, naquela época, a empresa havia afirmado que um bife de 100 gramas levava de vinte a quarenta minutos para ser impresso. 

Atualmente, a empresa possui dois produtos em seu portfólio: steak 2.0 (bife) e pork 2.0 (carne de porco). Conforme a Forbes, as carnes plant-based da Novameat estarão no mercado em 2022, primeiramente no food service espanhol para servir como teste, já em 2023 a marca também pretende lançar seus produtos no varejo realizando parcerias com empresas de alimentos e bebidas. 

Outra tecnologia que a empresa utiliza é a de microextrusão, Giuseppe Scionti (CEO da Novameat) explicou ao veículo que a velocidade de produção atual é 15 vezes mais rápida do que a tecnologia  de extrusão de alta umidade muito utilizada no setor de proteínas alternativas. Essa tecnologia patenteada da marca permite a produção de mais de 500 kg por hora com equipamentos industriais.

Também foi revelado que a empresa está explorando outras alternativas plant-based para outras espécies de animais. 

Carnes plant-based de corte inteiro

As carnes à base de plantas de corte inteiro podem auxiliar na transição para o veganismo, servir para os flexitarianos em um dia sem carne, dar novas opções de pratos para os vegetarianos… tudo sem crueldade animal envolvida no processo. 

A novidade é que a The Spoon já falou em uma matéria que 2022 é o ano da carne de corte inteiro, citando que várias empresas pretendem lançar seus produtos nesse período. Aqui existem os exemplos das marcas: Juicy Marbles, Novameat e Redefine Meat que estão trabalhando com as carnes de cortes inteiros.

Inclusive, conforme relatado pelo veículo, a Impossible Foods também está trabalhando em cortes inteiros de carne bovina, por exemplo, o bife. Dr. Pat Brown (CEO e fundador da Impossible Foods) explicou que se eles puderem fazer um bife delicioso de classe mundial isso será muito disruptivo, não apenas para a indústria de carne bovina, mas também para os outros setores da indústria de carne. 

Portanto, podemos ficar atentos às novidades desse setor! 

Sobre a Novameat 

Quer saber mais sobre a Novameat? 

A empresa foi fundada pelo bioengenheiro italiano Guiuseppe Scionti, lá no ano de 2018. 

Em um vídeo do The Good Food Institute, publicado em 2019, o fundador falou: “Nós queremos chegar ao sabor que, por exemplo, Beyond Foods e Impossible Foods atingiram, queremos usar os mesmos ingredientes que eles utilizam, mas transformar isso em uma textura de carne fibrosa”. 

Gostou dessa notícia? Aproveite e leia também: 

Carne vegana de corte inteiro: relatório da FoodHack explora startups

Startup lançará filé de salmão plant-based com corte inteiro

Novidade: carnes veganas em cortes inteiros

*Imagem de capa: Divulgação Novameat / via Green Queen

Por Amanda Stucchi em 23 de fevereiro