A Palsgaard, empresa dinamarquesa que desenvolve emulsificantes alimentares plant-based desde 1917, está convidando fabricantes de alimentos para participar do projeto PIER (Ingredientes Plant-Based para Substitutos de Ovos). Este projeto inovador visa criar alternativas vegetais para substituir ingredientes de ovos frescos e secos.

O PIER é uma colaboração entre a Palsgaard, a Universidade de Aarhus e a empresa de pesquisa e desenvolvimento Nexus. O objetivo é substituir 10% dos ovos usados globalmente — o que equivale a uma redução de 100.000 toneladas de CO2 — em produtos alimentares como produtos de panificação, molhos, sobremesas e refeições prontas.

A Palsgaard destaca que, através deste projeto, os fabricantes de alimentos podem se tornar pioneiros ao co-desenvolver novos ingredientes que reduzem os custos das receitas e a pegada de carbono associada à produção de ovos.

O projeto tem um orçamento total de 37 milhões de coroas dinamarquesas (cerca de 5 milhões de euros), após receber uma doação de 23 milhões de coroas (aproximadamente 3 milhões de euros) do Innovation Fund Denmark.

Claus Hviid Christensen, CEO da empresa irmã da Palsgaard, Nexus, afirmou: “O projeto PIER representa uma oportunidade empolgante de promover mudanças positivas ao desenvolver ingredientes mais econômicos e ecologicamente corretos. Ao garantir a vantagem de ser um dos primeiros a desenvolver substitutos de ovos de nova geração, os participantes bem-sucedidos terão uma grande vantagem em reduzir seus custos e sua pegada de carbono.”

Sustentabilidade como motor principal

Com foco na sustentabilidade, o PIER visa reduzir as emissões de CO2 associadas aos ovos em 33% e aumentar a segurança da cadeia de suprimentos. Para atingir esse objetivo, os substitutos de ovos plant-based desenvolvidos no projeto devem atender a critérios de sabor, sustentabilidade, acessibilidade e funcionalidades, incluindo textura, volume, espumação, gelificação e emulsificação.

Durante o projeto, os participantes testarão receitas existentes e novas com suas criações inovadoras, garantindo acesso prioritário aos novos ingredientes.

O potencial dos ingredientes plant-based

Sediada em Juelsminde, a Palsgaard se concentra em melhorar a qualidade dos produtos alimentares através de tecnologia inovadora de emulsificantes. A empresa cria ingredientes que proporcionam emulsões estáveis em produtos de panificação, confeitaria, condimentos, sorvetes e alimentos plant-based. Seu portfólio também abrange produtos de cuidados pessoais e aditivos poliméricos, oferecendo alternativas sustentáveis aos aditivos convencionais.

Empregando cerca de 700 pessoas em 17 países e seis fábricas em quatro continentes, a Palsgaard reportou um faturamento de 300 milhões de euros em 2023, demonstrando uma presença global robusta e crescimento contínuo.

Christensen acrescentou: “Os ingredientes plant-based têm um enorme potencial comercial como substitutos dos ovos, podendo reduzir substancialmente as emissões de carbono. Podemos precisar desenvolver uma gama de soluções para atender a diferentes requisitos de aplicação e também exploraremos oportunidades para substituição parcial de ovos. Estamos ansiosos para ouvir os fabricantes interessados em se juntar a nós na criação de soluções inovadoras.”

Mais informações sobre o projeto PIER podem ser encontradas aqui.

Confira a matéria publicada na vegconomist.

Leia também:

SunOpta investe US$ 26 milhões para aumentar produção de leite de aveia

McDonald’s diz que teste do McPlant falhou nos EUA, mas expansão na Europa continua

CRAVE ganha dez prêmios no Free From Food Awards 2024

Por Vitor Di Renzo em 29 de junho
Faça parte da comunidade da Vegan Business no WhatsApp: Notícias | Investidores