A GREENEST Foods, é a primeira startup de proteína vegetal da Índia, a exportar seus produtos para os Estados Unidos. 

Em parceria com a Wholesome Foods, a startup exportou uma remessa de 5.000 kg de mercadorias plant-based.

O fundador e CEO da GREENEST, Gaurav Sharma comentou sobre o envio para os EUA:  “Estamos honrados em sinalizar a primeira exportação de carne à base de plantas da Índia para os EUA em colaboração com a Wholesome Foods e expressamos nossa sincera gratidão à APEDA por seu apoio”.

“Temos recebido um grande interesse de mercados estrangeiros por alimentos à base de plantas saudáveis ​​e de alta qualidade, e a GREENEST está feliz em assumir a liderança neste empreendimento da Índia. Estamos confiantes de que, com base em nossa forte qualidade de produto e proposta de valor exclusiva, esses volumes crescerão significativamente nos próximos meses. Esperamos que isso abra novas oportunidades para nossos amigos na indústria baseada em plantas da Índia”, continuou  Sharma.

Índia: consulta pública sobre regulação do mercado vegano

Quer saber mais sobre a situação da regulação do mercado vegano na Índia?

Faça parte da comunidade da Vegan Business no WhatsApp: Notícias | Investidores

A Autoridade de Segurança Alimentar da Índia, FSSAI, tornou pública a minuta de regulação do mercado vegano no país.

Como já informamos no Vegan Business, as discussões sobre a regulamentação do mercado vegano e plant-based tem sido pauta em diversos países.  O objetivo é construir políticas públicas adequadas ao crescimento desse novo mercado, pois a cada dia aumenta o número de consumidores e ocorre uma ampliação desses produtos nos supermercados. 

Para entender melhor essa situação, leia a nossa matéria Alimentos Plant Based e a onda regulatória, lá relatamos esse debate na Europa, Estados Unidos, Austrália, entre outros. 

O que o governo indiano propõe com o texto sobre a regulação do mercado vegano?

O texto define o que deve ser um produto vegano, estabelecendo as condições gerais e necessárias para declarar um alimento dessa forma. 

Depois do cumprimento de todos os requisitos, incluindo definições de rotulagem,  também determina que os produtos veganos devem exibir um selo na cor verde e com a letra V em maiúsculo para identificá-los. 

Abaixo destacamos o entendimento do governo indiano sobre o conceito de alimento vegano, assim como o selo que será obrigatório caso essa minuta seja aprovada dessa forma. 

  • Definição de “Alimento Vegano” — Alimentos ou ingredientes alimentares que não utilizam quaisquer ingredientes, aditivos e auxiliares de processamento de origem animal. Estão incluídos: leite e produtos lácteos, peixes, aves e carne, ovo ou produtos de ovo, mel ou produtos de abelha, materiais de origem de inseto, como seda e corantes. Também estão nessa lista ingredientes que são clarificados usando produtos de origem animal, por exemplo, carvão de osso usado no branqueamento de açúcar, cola de peixe no clareamento de cerveja, etc.

Continue lendo

Gostou da notícia? Veja também: Prakriti Varshney é a primeira indiana vegana a escalar o monte Everest, SeaSpire: conheça a empresa indiana de frutos do mar plant-based

*Imagem de capa: Divulgação GREENEST Foods

Por Gabriela Catan em 23 de setembro