Nessa semana, a Bacio di Latte  lançou o gelato vegano Cioccolato Belga em potes de 490ml. Esse  é o primeiro produto vegano da linha Bacio di Latte Casa, sendo uma versão de seu sabor icônico Cioccolato. 

A marca escreveu em sua rede social: “Cremoso como tudo o que gostamos de fazer, vegano como você pediu! […] Já disponível nos supermercados das principais cidades do Brasil”. 

A linha Bacio di Latte Casa é distribuída em mais de 700 pontos de venda, como supermercados, lojas de conveniência e empórios, logo, a novidade vegana será distribuída nos mesmos lugares. 

Em uma comunicação, Oliver Kirkham, chef e head de inovação da empresa, explicou que a Bacio di Latte já tinha desenvolvido gelatos veganos para lançamentos especiais em loja e, após esse sucesso, veio aprimorando a expertise em criar receitas com bebida vegetal. 

Ele explicou: “Em nossos produtos a qualidade é um item chave e por isso escolhemos cuidadosamente cada ingrediente que usamos, o gelato Cioccolato Belga Vegano leva chocolate importado da Bélgica, combinado com a bebida de aveia com cacau da Nude, o que possibilitou trazer uma opção de gelato vegano tão cremoso e saboroso como todos os outros sabores que temos”. 

A Nude é uma foodtech brasileira de leite de aveia, com mulheres na liderança. A empresa desenvolveu o primeiro leite vegetal carbono neutro do mercado e aponta o número da pegada ambiental na embalagem de cada produto. Como falamos no mês passado, é possível que haja uma nova rodada de captação até o final desse ano. 

Giovanna Meneghel, sócia-fundadora da Nude, comentou sobre o novo produto vegano: “Fazemos inovação com foco no sabor e na natureza. Os gelatos da Bacio di Latte são produzidos artesanalmente, com o cuidado, o frescor e o carinho que também damos à nossa bebida de aveia. A combinação de ambos, realmente, originou um gelato único, delicioso e cheio de significado”. 

O gelato vegano tem o selo da SVB 

O gelato também tem o certificado de produto vegano da Sociedade Vegetariana brasileira (SVB), o selo reconhece que toda a cadeia de produção do produto é livre de ingredientes de origem animal e de testes em animais. 

A Bacio di Latte contou com a parceria de peso da SVB, organização que checou se os ingredientes eram totalmente veganos, pesquisou o mercado e fez levantamento de dados. 

Mônica Buava, diretora da SVB, falou: “O desenvolvimento dos sabores de gelatos veganos, com muita qualidade, sabor e a Certificação Selo Vegano da SVB, acolhe os consumidores, traz opções saudáveis e deliciosas. Este projeto mostra o compromisso da empresa em oferecer o melhor para seus consumidores”. 

Imagem: Reprodução Bacio di Latte / via Facebook @baciodilatte

Mercado de sorvete vegano 

Quer conhecer mais sobre o mercado de sorvete vegano? 

A Allied Market Research fez uma pesquisa sobre o segmento, constatando que o mercado global foi avaliado em US$ 520,9 milhões em 2019 e deve crescer a um CAGR de 13,7%, chegando a US$ 805,3 milhões no ano de 2027. 

Desse valor, a Europa foi o maior contribuinte com US$ 188,6 milhões em 2019. 

É relatado que o crescimento desse mercado é impulsionado tanto pelo aumento dos consumidores veganos, quanto do público mais consciente a respeito de sua dieta. Ainda, o aumento de casos de intolerância à lactose também ocasiona a demanda por esses alimentos. 

Além disso, o mercado também é beneficiado pela maior conscientização sobre a saúde e o aumento de renda das pessoas.

Gostou dessa notícia? Aproveite e leia também: 

Leite vegetal: 35 marcas para você escolher

Yamo chega ao Rio de Janeiro com sorvete à base de inhame

24 alimentos veganos: nutritivos, saborosos e econômicos

*Imagem de capa: Divulgação Bacio di Latte / via ABC da Comunicação



por Amanda Stucchi em 30 de novembro