De acordo com uma pesquisa da Farm Forward, dois terços dos americanos estão dispostos a comer carne cultivada.

A Farm Forward é uma organização sem fins lucrativos que trabalha para acabar com a agricultura industrial.

A pesquisa apontou que aproximadamente dois terços dos americanos (67%) dizem que cultivariam produtos à base de carne, enquanto 58% estão abertos ao consumo de proteínas vegetais.

Mudando as atitudes

A pesquisa, realizada em parceria com a OnePoll, perguntou a 2.001 adultos norte-americanos que eram os principais consumidores domésticos sobre seu interesse em alternativas à carne. Enquanto a maioria expressou vontade de consumir proteínas sem origem animal, algumas atitudes negativas persistem sobre as percepções de alimentação plant-based. Aproximadamente 32-38% dos entrevistados acreditam em estereótipos acerca de veganos e vegetarianos, sejam positivos (eles são mais compassivos) ou negativos (eles não recebem proteína suficiente).

Notavelmente, 72% dizem que a última década mudou a forma como os outros veem os estereótipos veganos e vegetarianos.

Menos carne nas festas?

Faça parte da comunidade da Vegan Business no WhatsApp: Notícias | Investidores

Como os preços da carne, incluindo os de peru, continuam subindo, 64% dos compradores americanos dizem que podem servir mais pratos à base de vegetais.

De acordo com Farm Forward, feriados centrados na carne, como o Dia de Ação de Graças e o Natal, é importante saber que os americanos estão abertos a novos pratos diante da fragilidade do sistema de pecuária industrial.

Tecnologia carne cultivada

A abertura dos consumidores para experimentar a carne cultivada vem em um momento promissor, à medida que mais empresas se aproximam de trazer os primeiros produtos cultivados ao mercado. Esta semana, a startup israelense Future Meat Technologies anunciou um novo nome, Believer Meats, em antecipação ao lançamento nos EUA, que deve começar em 2023.

De acordo com Believer: “processo e tecnologia inovadores da empresa abriram caminho para trazer a carne cultivada mais perto da viabilidade comercial, dependendo da aprovação regulatória dos EUA”.

Outras empresas, como a européia Mosa Meat, também iniciaram a construção de plantas comerciais em escala industrial para a produção de carne cultivada.

Gostou dessa notícia? Aproveite e leia também:

Loja de donuts veganos é o primeiro negócio de propriedade de negros no Brooklyn, NY

Forsea Foods levanta US$ 5,2 milhões para enguia cultivada

Beyond Meat lança dois novos produtos de frango vegano

Imagem ilustrativa de capa: Pexels

Por Ana Cristina Gomes em 17 de novembro