É melhor rotular um produto como, sem carne, vegano ou plant-based?

No ano passado, a ProVeg International produziu um relatório acerca da rotulagem ‘vegana’ ou ‘plant-based’ afeta o apelo popular. A princípio, a organização publicou dois novos relatórios que revelam a compreensão dos consumidores sobre os termos usados nos rótulos dos produtos alimentícios plant-based no Reino Unido e nos Estados Unidos.

Os estudos visam sobretudo “fornecer informações valiosas sobre como a indústria de alimentos pode rotular seus produtos para garantir clareza sobre os ingredientes e atrair consumidores-alvo”, explicou ProVeg.

Aqui estão as conclusões de ambos os relatórios:

Relatório 1: rotulagem

  • Mil consumidores do Reino Unido foram convidados a descrever e avaliar os termos ‘sem animais’, ‘sem carne’, ‘sem carne’, ‘100% plant-based’, ‘plant-based’, ‘vegetariano’, ‘ vegan’ e ‘vegetariano’.
  • A pesquisa resultou nas seguintes conclusões principais: Os consumidores eram mais propensos a escolher um produto à base de plantas com o rótulo ‘100% plant-based’, ‘plant-based’ ou ‘vegetariano’.
  • ‘Sem carne’ e ‘vegano’ foram os rótulos menos preferidos.
  • Rótulos ‘sem animais’, ‘veganos’ e ‘vegetarianos’ foram percebidos como animais e ecologicamente corretos.
  • ‘Sem animais’ e ‘vegetais’ foram considerados as opções mais agradáveis e saborosas, enquanto ‘100% vegetal’, ‘vegetariano’ e ‘vegano’ foram considerados saudáveis, seguros e nutritivos.
  • Os consumidores classificaram os rótulos ‘vegetariano’ e ‘vegetariano’ como os mais acessíveis e de fácil acesso.
  • 96,4% dos consumidores disseram ao ProVeg que não ficaram confusos com as alternativas vegetais ao frango sendo rotuladas como ‘nuggets’.
  • Mais de 80% dos consumidores disseram que é óbvio que os produtos rotulados como ‘vegan’, ‘vegetariano’ e ‘à base de plantas’ não contêm carne.
  • Além disso, 76% dos entrevistados afirmaram que os rótulos os ajudaram a entender e identificar a natureza do produto.

“É interessante ver que os consumidores preferem rótulos ‘plant-based’ à terminologia ‘sem carne’ ou ‘vegan’. Esses resultados refletem as estratégias atuais de rotulagem de muitas marcas, com o uso do termo ‘plant-based’ se tornando comum no Reino Unido”, disse Stephanie Jaczniakowska-McGirr, diretora de engajamento corporativo da ProVeg.

Relatório 2: ‘plant-based’ ou ‘vegan’

Anteriormente, em 2021, o ProVeg realizou uma pesquisa online para determinar os níveis de compreensão dos consumidores sobre os diferentes termos usados para descrever produtos alimentícios. O estudo entrevistou 400 participantes em todo o Reino Unido e os EUA.

As principais conclusões dessa pesquisa são as seguintes:

  • 69,4% dos consumidores do Reino Unido e 61,3% dos consumidores dos EUA escolhendo o termo ‘vegano’ como a definição correta para produtos alimentícios não continham carne, laticínios ou ovos.
  • Cerca de metade dos consumidores entrevistados entenderam o termo ‘à base de plantas’ corretamente. Dessa maneira, alguns consumidores (17% no Reino Unido e 26,1% nos EUA) precisavam de esclarecimentos sobre se os produtos ‘plant-based’ contêm laticínios/ovos. O mesmo vale para o termo ‘vegetariano’.
  • 72,6% dos consumidores no Reino Unido e 75,4% dos consumidores nos Estados Unidos acharam necessário esclarecer sobre o teor de carne em produto ‘sem lácteos’
  • 74,9% dos consumidores do Reino Unido e 76,8% dos consumidores dos Estados Unidos entenderam que um produto ‘sem carne’ não contém carne, mas o teor de laticínios/ovos não ficou claro.

De acordo com Jaczniakowska-McGirr: “É ótimo ver que os consumidores, de fato, não se confundem com ‘termos carnudos’ como ‘pepita’. Esperamos que esses resultados contribuam para a criação de um cenário favorável de regulamentação e rotulagem para produtos plant-based”.

Gostou dessa notícia? Aproveite e leia também:

UPSIDE Foods recebe aprovação da FDA para carne cultivada

Nestlé vai lançar cafeteira com cápsulas de café compostáveis no Brasil

Juicy Marbles lança maior pedaço de carne vegetal do mercado

Imagem ilustrativa de capa: Divulgação ProVeg Internacional

Por Ana Cristina Gomes em 1 de dezembro
Faça parte da comunidade da Vegan Business no WhatsApp: Notícias | Investidores