A Brown Foods, startup sediada em Boston e na Índia, levantou US$ 2,36 milhões para seu leite cultivado, chamado UnReal Milk. Os investidores incluíram Y Combinator, AgFunder, Amino Capital, SRI Capital, Collaborative Fund, investidores anjos, entre outros. 

O leite cultivado da Brown Foods 

O valor será utilizado para desenvolver os produtos e ampliar o bioprocesso de cultivo de células, já que a marca pretende levar seus primeiros produtos ao mercado daqui a alguns anos. Além disso, dentro de seu pipeline, também estão incluídos sorvetes, manteigas e queijos, ou seja, podemos esperar grandes novidades! 

Por enquanto, o leite cultivado não é um produto que possa ser comercializado, pois requer a aprovação regulatória — algo que não foi concedido para esse produto em nenhum local — diferente da carne cultivada, aprovada em Cingapura até o momento. 

O leite é feito utilizando células mamárias bovinas, sendo que a empresa afirma ser a primeira nos Estados Unidos que produz leite de vaca real em laboratório, conquistando essa meta em menos de três meses. 

“Nós validamos os principais macronutrientes, as proteínas, as gorduras e os carboidratos. Vimos que os perfis para aqueles eram semelhantes ao leite em grandes quantidades e, como resultado, poderíamos dizer que temos um produto superior feito em laboratório”, afirmou Sohail Gupta, co-fundador e CEO da Brown Foods, para o TechCrunch

Vale destacar a sustentabilidade do leite cultivado, já que é afirmado que tem uma pegada de carbono 90% menor do que leite de origem animal

No momento, a empresa pensa em primeiro realizar amostragens para colher feedbacks e aprender como são as coisas, após isso, desejam ir para os produtos que serão comercializados.

Conforme o Reports and Data, o mercado global de alternativas lácteas atingirá US$ 50,87 bilhões em 2028, crescendo a um CAGR de 10,5%. Portanto, podemos perceber que esse mercado está se expandindo cada vez mais. 

As empresas podem ter vários tipos de métodos para desenvolver leite alternativo: produzir um produto à base de plantas, com fermentação de precisão e também desenvolvê-lo por meio do cultivo de células. 

Sobre a empresa 

A Brown Foods foi fundada por Sohail Gupta, Bhavna Tandon, Avhijeet Kapoor, tendo um ano de atuação. 

Todos eram amigos de graduação, porém, a ideia surgiu quando Sohail Gupta virou pai, já que o casal não conseguia encontrar uma alternativa de leite que fosse nutritiva, sustentável e livre de crueldade animal. 

“Abençoado por ter esta oportunidade de poder usar minha educação e experiência para criar um impacto sem paralelo na humanidade com foco em sustentabilidade, bem-estar animal e saúde humana”, comentou Sohail Gupta em sua rede social profissional

Gostou dessa notícia? Aproveite e leia também: 

Bill Gates investe em marca que cria leite materno cultivado

Alimentos plant-based impulsionam o mercado de proteínas de algas

Laticínios sem vacas? As atitudes dos consumidores são promissoras!

*Imagem ilustrativa de capa: Unsplash



por Amanda Stucchi em 16 de junho