A AGN Consultoria é especializada em negócios plant-based! Nós realizamos uma entrevista com o sócio-fundador Alberto Gonçalves Neto, formado em Administração de Empresas com MBA em Finanças Corporativas pela FGV, ele é flexitariano — termo para quem reduz o consumo de carne — e pratica atividades físicas diversas vezes na semana: “Nosso equilíbrio pessoal complementa com o nosso equilíbrio profissional”, citou. 

Já falamos por aqui sobre o webinar “Crescimento Populacional X Alimentação: O impacto positivo da Alimentação Plant-Based”, realizado pela consultoria, que acontecerá no dia 23 de março. Com um grande foco educacional, tanto em webinars como com cursos on-line sobre essa área, a consultoria também fará a Primeira Feira de Alimentos Plant-Based no Brasil, prevista para os dias 6 e 7 de junho. 

Sobre o lado educacional da AGN, o empreendedor afirmou: “Com a educação você consegue acelerar o conhecimento dessa nova categoria de alimentos plant-based. Nada mais importante do que você levar esse tema de educação, mostrando o que é o produto”. 

A história de Alberto Gonçalves Neto 

A empresa oferece consultoria e assessoria comercial, consultoria e assessoria financeira, consultoria administrativa, planejamento estratégico e ainda dá palestras, mentorias, cursos, relatórios e realiza eventos. 

O empreendedor está no mercado plant-based desde 2012: “Abri junto com um investidor uma distribuidora de produtos orgânicos e saudáveis. A marca que a distribuidora trabalhava parou de operar, então, criamos a Pick’n Green, que também é uma marca de produtos orgânicos e saudáveis. Nós tínhamos na época, sucos integrais, óleo de coco, açúcar de coco, papinha orgânica para as crianças e molho de tomate orgânico, todos plant-based”. 

Após venderem a operação dessa startup, Alberto se perguntou o que iria fazer. Anteriormente, trabalhou no mercado financeiro, sempre focado na área comercial, tendo atuado durante 25 anos nesse ramo. 

“Comecei a dar consultoria, me especializei no mercado plant-based desde 2018, pois sou um interessado nessa área. Haviam pouquíssimos produtos no Brasil, como a Mr. Veggy e a Superbom, mas os produtos análogos começaram a surgir em 2018, como a Superbom que fez um hambúrguer análogo e, logo em seguida, veio a Fazenda Futuro”, explicou. 

Ele também afirmou que já tinha a empresa de consultoria desde 2009, já que também é professor universitário (nos últimos sete anos dá aulas na pós-graduação do Mackenzie para a cadeira de empreendedorismo e finanças), porém, colocou a empresa para operar em 2018. 

Portanto, perguntamos quais foram os maiores desafios para a criação desse empreendimento. Alberto foi categórico, esse é um mercado novo e as startups tem dois tipos de característica, de forma geral, como escassez de capital financeiro e humano: “Muitas vezes esbarram em um desses dois problemas”.

Quando buscar uma consultoria? + Lado Educacional da AGN 

Empreendedores que criaram recentemente startups, podem não saber qual é o melhor momento para buscar auxílio de uma consultoria, por isso, vamos conhecer as dicas do fundador. 

“As startups, de um modo geral, tem um empreendedor que conhece muito do seu produto, sabem desenvolver um hambúrguer plant-based,  um frango plant-based, um peixe plant-based, mas muitas vezes, por exemplo, não tem um perfil comercial. Não adianta você criar e desenvolver um produto se você não tem perfil para vender, nesse ponto que a AGN Consultoria entra, ajudando esse desenvolvedor de produtos a colocar esse item no mercado, porque temos uma experiência e uma relação forte com o varejo aqui em São Paulo. É um conhecimento. Criamos atalhos para que possam crescer mais rápido”. 

Da mesma forma, ele dá o exemplo da parte financeira, caso não se saiba o quanto o empreendimento ganha ou perde, é possível buscar o auxílio de uma consultoria para ter essa orientação, receber a indicação dos melhores sistemas, implantar processos, entre outros. 

No caso da consultoria, a empresa tem como especialidade a estruturação da área comercial, realizando também assessorias: “A AGN pode não só fazer a consultoria, como também assessoria, nesse caso, vamos fazer o trabalho de visitar os clientes. Como temos um relacionamento com o varejo fica muito mais fácil”. 

Será que existe algo que os empreendedores do mercado plant-based sentem mais dificuldade? Segundo Alberto, o que eles tendem a sentir mais dificuldade é no planejamento estratégico, no qual é definido o que vão fazer, qual público atenderão, onde irão comercializar seus produtos, quantos produtos terão, entre outros pontos. 

Ele continuou: “O início de tudo é o planejamento estratégico. Em seguida, o planejamento financeiro e, depois, a área comercial, por ser uma categoria nova, os empreendedores não têm perfil para desenvolver esse contato com o varejo, etc. Às vezes não tem nem perfil comercial. Meu background foi sempre na área comercial, sendo assim, a AGN tem seu DNA nesse atendimento para startups na área comercial”. 

Os grandes eventos da consultoria e a inspiração para o negócio  

A AGN Consultoria já realizou diversos eventos, é possível destacar o intitulado “A Corrida dos Hambúrguer Plant-Based”, que ocorreu em junho de 2019 no Cubo Itaú, Alberto mencionou que esse foi o primeiro grande evento considerado a virada de chave do plant-based do Brasil, onde foi feito o lançamento do hambúrguer da Superbom e da Fazenda Futuro. 

Dessa data para os dias atuais, a consultoria fez diversos eventos — tanto presenciais quanto digitais — incluindo um Sebrae Day, onde foram convidados pela instituição para falar sobre alimentação plant-based. 

O que inspira Alberto em seu trabalho? Ele explicou que em primeiro lugar está o propósito e o fato de adorar trabalhar e fazer o que faz: “Após vermos um trabalho pronto, nós nos sentimos realizados. Nosso propósito da AGN é tornar o mundo um pouquinho melhor e também me traz realização profissional, porque eu gosto de tudo que eu faço”. 

Gostou dessa matéria? Aproveite e leia outras entrevistas: 

The Good Food Institute: acelerando a inovação das proteínas alternativas

Alessandra Luglio fala sobre veganismo no Dia do Nutricionista

Projeto 80 mil horas: carreira, altruísmo eficaz e veganismo

*Imagem de capa: Alberto Gonçalves / Cedida pelo mesmo



por Amanda Stucchi em 8 de março