A AGN Consultoria, especializada em negócios plant-based, traz mais uma inovação: realizará o Webinar via Metaverso com temas relevantes sobre a alimentação baseada em plantas. Para fazer o webinar, contam com o apoio da empresa parceira Kosmos, voltada para a construção de Metaversos com foco em eventos digitais e empresas.

Com o webinar, a consultoria deseja aumentar não só a quantidade de pessoas que participarão dos eventos, mas principalmente o engajamento.

Empresas de qualquer segmento da alimentação plant-based, por exemplo, voltadas aos produtos, ingredientes, serviços, equipamento, entre outros, poderão participar como patrocinadoras.

Já as datas inicialmente programadas para esse tipo de webinar são: 17 de agosto, 14 de setembro, 19 de outubro e 16 de novembro, podendo sofrer ajustes. A empresa ainda revelará os patrocinadores e temas definidos.

No momento, só estão programadas quatro datas para o webinar via metaverso: “Estamos começando como uma experiência mesmo, o que queremos é que seja um evento quase que exclusivo”, destacou Alberto Gonçalves Neto, sócio fundador da AGN Consultoria.

Inclusive, os temas passarão por uma curadoria da consultoria, porém, o patrocinador também poderá sugerir um tópico. Alberto dá de exemplo o lançamento de um produto, informando que irão trabalhar isso dentro de um contexto de conteúdo: “Para que não seja uma venda, algo comercial, mas leve para o público qual a inovação que aquele produto está trazendo para o mercado e quais são as melhorias que oferece”, ressaltou.

A AGN Consultoria participou – e ainda participa – da história desse mercado aqui no Brasil, para exemplificar: fez o evento A Corrida dos Hambúrgueres Plant-based no ano de 2019, onde a Fazenda Futuro, Superbom e Seara lançaram seus hambúrgueres, bem como realizou a 1ª Feira de alimentos plant based no Brasil, ocorrida esse ano entre 06 e 07 de junho, inclusive, foi na feira que realizaram uma palestra sobre o webinar via metaverso.

Alberto informou que a consultoria está sempre em busca de inovação: “O metaverso é uma inovação que está acontecendo agora, está crescendo bastante e vai crescer muito mais”.

Sobre o maior desafio para implementar o webinar via metaverso, o sócio-fundador apontou que foi a questão de testar processos e procedimentos, justamente pelo fato de ser uma inovação.

Como é o webinar via metaverso? 

O ambiente possui integração com o Zoom e YouTube para as pessoas poderem assistir o conteúdo. Vale destacar que uma das diferenças desse modelo para o tradicional são as interações:

  • Interações estéticas – apenas visual, por exemplo, logos e banners que só poderão ser visualizados.
  • Interações imersivas – conteúdos para interagir, por exemplo, acessar hiperlinks, abrir apresentação comercial em PDF, catálogos de produtos, cartão de visitas, folders, entre outros.

Além disso, as pessoas poderão interagir entre si e com o patrocinador, por todas essas possibilidades de interações, um dos benefícios desse formato é a previsão de um engajamento maior do que os webinars tradicionais.

Outro grande destaque é o fato de que o patrocinador poderá receber um relatório dos participantes, como: quantas pessoas participaram, quem acessou o catálogo de produtos, entre outros. Algo mais detalhado do que somente saber a empresa e o cargo das pessoas que participaram.

“A ideia é que seja um webinar com informação, sempre levando um conteúdo muito importante no tema plant-based, mas que o ouvinte não seja simplesmente só um ouvinte, mas também possa interagir com os outros participantes que estão lá e com o patrocinador, bem como buscar materiais que vão estar disponível para ele naquele momento que até poderá baixar se desejar”, Alberto comentou.

Para divulgar cada evento, a consultoria também enviará três e-mails marketing para sua base qualificada de 4.400 pessoas, portanto, a previsão é que no mínimo 250 pessoas participem dos webinars.

Como você poderá participar do webinar? 

As pessoas que desejam ser ouvintes – por exemplo, pessoas físicas – poderão participar dos webinars a partir de um link de inscrição que será divulgado nas redes da AGN Consultoria entre 15 e 20 dias antes do evento, já o custo de participação para esse público dependerá do patrocinador. Caso deseje, os patrocinadores poderão tornar o evento gratuito para os ouvintes ou deixá-lo pago. 

Já as empresas que se interessaram por patrocinar o evento – a AGN Consultoria ainda está realizando conversas para definir todas – poderão enviar um e-mail para a empresa ([email protected]) e saber sobre os valores.

“Como é novo, todo mundo quer experimentar, entender, ver como é que faz e  quais são as contrapartidas que vão ter. É uma novidade interessante e é mais uma inovação da AGN Consultoria”, concluiu Alberto.

Além dos relatórios, conforme já mencionado, as empresas patrocinadoras também poderão ter uma pessoa de seu time encarregada de fazer contatos com os participantes no intervalo de um bloco para o outro (terá dois por evento), para não distrair os participantes.

“Não queremos que o participante que vai lá para ouvir o patrocinador seja mais um, nós queremos que ele seja o participante, que ele entenda não só o que foi lá para ouvir, mas também todo o material que pode baixar e o networking que pode fazer no ambiente do metaverso. Às vezes ele está procurando alguém com um certo perfil, faz essa conexão e sai de lá com um relacionamento profissional”, ele ressaltou, lembrando das pausas entre os blocos.

Sobre os diferenciais da AGN Consultoria, o fundador aponta que estão no meio do ecossistema plant-based brasileiro, possuindo relacionamentos que abrangem empresas de ingredientes, associações, indústrias de maquinários, influencers, mídia especializada, contatos com investidores, entre outros: “Esse é um dos pontos da AGN que é um diferencial em relação aos concorrentes”, completou.

A inovação está no nosso dia a dia

O sócio-fundador ressalta que a inovação está no nosso dia a dia, dando de exemplo o painel que fecharam para a próxima edição da Feira de Alimentos Plant Based – prevista para os dias 12 e 13 de junho de 2023 – onde terão dois painelistas aqui em São Paulo e um na Inglaterra, realizando um painel híbrido. Mesmo que isso já exista, não deixa de ser uma inovação do nosso dia a dia.

Além de ser consultor de empresas e especialista no mercado de alimentação plant-based, Alberto também é formado em administração e leciona em matérias como empreendedorismo para os cursos de pós-graduação na Universidade Presbiteriana Mackenzie.

Por conta de toda essa bagagem, perguntamos qual é a sua dica para um empresário trazer mais tecnologia para seu negócio.

Como sugestão, ele menciona que existem diversas incubadoras em laboratórios e centros tecnológicos – quando se refere a startups – que os empreendedores podem ficar atentos, os profissionais também podem realizar uma busca na internet sobre as diversas formas de inovação e olhar para o core business da empresa (atividade principal do negócio), verificando os atores da cadeia de valor (conjunto de atividades que a empresa desempenha) e observando o que cada um está fazendo de diferente.

Gostou de conhecer o webinar via metaverso? Aproveite e leia também: 

61% dos sul-americanos estão dispostos a experimentar alimentos plant-based

Conheça a AGN Consultoria: entrevista com Alberto Gonçalves Neto

O que aconteceu na 1ª Feira de alimentos plant based?

*Imagem de capa: Divulgação AGN Consultoria

Por Amanda Stucchi em 20 de julho
Faça parte da comunidade da Vegan Business no WhatsApp: Notícias | Investidores