A startup Phycolabs, produz tecidos feitos a partir de algas! Essa inovação oferece características ecológicas ao tecido.

De acordo com Thamires Pontes, fundadora da empresa e mestre em Têxtil e Moda, a fibra de algas combina com diversos outros materiais, incluindo algodão, linho, rayon e cânhamo. A alga Rhodophyta, é abundantemente encontrada na região Nordeste do Brasil, e os resultados do desenvolvimento do produto indicam uma boa resistência, bem como a capacidade de tingimento.

Tecidos a partir de algas

Thamires enfatiza a importância do debate sobre a sustentabilidade na indústria, afirmando: “É fundamental compreender o impacto ambiental dos produtos e como as escolhas dos consumidores podem contribuir para a inovação sustentável. Através da econovação, podemos reformular processos de produção, estabelecer cadeias de suprimentos sustentáveis, melhorar a eficiência energética e promover a reciclagem e a reutilização, entre outras práticas”.

Atualmente, o produto encontra-se na fase final de desenvolvimento do protótipo. Thamires revela que enfrentaram desafios tecnológicos em relação à escalada, mas está ansiosa para entrar no mercado. Ela também destaca o compromisso da empresa em unir tecnologia, inovação e respeito pelo meio ambiente na próxima tendência da moda.

A tecnologia já recebeu reconhecimento internacional, especialmente na Suécia, devido ao seu potencial para impactar positivamente o mercado da moda e da indústria têxtil.

Gostou dessa notícia? Aproveite e leia também:

4 marcas que estão inovando o setor de alimentos veganos no Brasil

Estudo: dieta à base de plantas promove mais saúde aos gatos

Apple substitui couro por alternativa de tecido ecológico

Imagem ilustrativa de capa: Divulgação Phycolabs

Por Ana Cristina Gomes em 22 de setembro
Faça parte da comunidade da Vegan Business no WhatsApp: Notícias | Investidores