Quer saber como montar a sua tese de investimentos? A tese é um conjunto de parâmetros e indicadores que auxiliam o investidor a basear seus investimentos, ou seja, decidir em qual startup realizará o aporte.

O método é muito útil para o processo de investimento e ajuda a considerar variáveis, já que aqui o investidor define aspectos como o tipo de empresa que deseja investir, qual risco está disposto a assumir, tipo de ativo, entre outros tópicos. Levando tudo em consideração, fica mais fácil descobrir qual seria uma ótima oportunidade, não é mesmo? 

Fatores para montar a sua tese de investimentos

Defina o investimento que irá alocar 

Investir é lidar com dinheiro, portanto, nada mais justo do que começar por aqui. Se faça as seguintes perguntas: 

  • Você já sabe qual é o valor que tem para investir? 
  • Definiu uma somatória mínima e uma máxima para aportar em cada empresa? 
  • Quer diversificar mais os recursos, aportando em mais empresas (colocando menos dinheiro em cada uma) ou seguir com poucas (adicionando mais dinheiro em cada negócio)? 

Tudo dependerá da sua estratégia. 

Pense no segmento de mercado 

Normalmente, quanto mais conhecemos o mercado, mais temos chances de sucesso. Por isso, ter informação sobre qual segmento deseja investir é muito valioso! Logo, a sugestão é investir em algo que você saiba ou que tenha afinidade, de preferência ambos. 

Recentemente, falamos aqui no Vegan Business sobre um estudo feito pela Market Data Center que informou que o mercado de alimentos à base de plantas crescerá a um CAGR de 10,6% globalmente entre 2022 e 2030. 

Modelo e tamanho do negócio

Comece pensando no tamanho do negócio que deseja aportar, como exemplo podemos falar sobre empresas maiores e startups. Apesar das primeiras oferecerem menos riscos, também oferecem menores possibilidades de lucros. Portanto, como já mencionamos, tudo depende da sua estratégia e do que você deseja. 

É possível obter lucros investindo em startups com o exit, IPO, futuras rodadas e mútuo conversível. 

O Vegan Business é uma plataforma de Equity Crowdfunding voltada para o mercado plant-based, portanto, também criamos um texto explicando as vantagens de investir em startups utilizando a plataforma. 

Agora que você já definiu essa questão, deve pensar no modelo de negócios: deseja investir em e-commerce? Modelo de assinatura? Software as a Service (SAS)? Ou outros tipos? Existem diversos modelos de negócios, por isso, conheça um pouco sobre cada um deles para entender sua preferência de investimentos. 

Estágio do empreendimento 

O estágio de crescimento é outro fator a ser levado em consideração! 

Aqui o investidor pode optar por investir em negócios em estágio inicial, fase de crescimento, expansão ou até mesmo empresas mais maduras. 

Um exemplo é o seguinte: caso deseje investir em startups, pode escolher desde aquelas que ainda não lançaram o produto no mercado ou até mesmo aquelas que estão mais consolidadas. Aqui vale mencionar que negócios em sua fase inicial podem trazer mais retornos, apesar dos riscos serem mais altos. 

Tudo depende do que você busca, mas, uma boa dica é saber o máximo possível sobre a empresa e seus processos, bem como entender seus planos e metas para o futuro. 

Valuation 

Ter conhecimento do valuation do negócio pode ajudar o investidor a compreender se deseja prosseguir com o investimento.

Aqui é estimado o valor de um negócio, considerando a posição da empresa no mercado e a previsão do retorno dos investimentos realizados. O cálculo pode ser feito pelo fluxo de caixa descontado, ativos ou pelo mercado. 

Dessa forma, você conseguirá ter uma ideia de onde o negócio está se encaminhando. 

Por último, saiba que todo investimento em um negócio — esteja no estágio inicial ou avançado — tem riscos, portanto, esteja consciente do valor que está disposto a arriscar.

Se você também deseja investir em startups do mercado plant-based, acesse a lista de investidores do Vegan Business! 

Gostou dessa notícia? Aproveite e leia também: 

Mulheres investidoras: como ter mais confiança para entrar no mercado financeiro?

6 termos que todos os investidores precisam saber

5 termos que todo investidor precisa conhecer!

*Imagem de capa: Pexels



por Amanda Stucchi em 20 de maio