Uma novidade é que a Dove lançou uma linha capilar vegana chamada Poder das Plantas

Apesar da marca não ser completamente vegana, formulou os produtos com ingredientes à base de plantas, sendo que 98% da composição é de ingredientes de origem natural. Além disso, não há a adição de silicones, parabenos, sulfatos e corantes, sendo que as fragrâncias não contêm nada sintético. 

Produtos da linha capilar vegana

A linha é composta por oito produtos: 

  • Shampoo Poder das Plantas Nutrição + Gerânio 
  • Condicionador Poder das Plantas Nutrição + Gerânio 
  • Máscara de tratamento Poder das Plantas Nutrição + Gerânio 
  • Shampoo Poder das Plantas Força + Bambu 
  • Condicionador Poder das Plantas Força + Bambu
  • Máscara de tratamento Poder das Plantas Força + Bambu 
  • Shampoo Poder das Plantas Purificação + Gengibre 
  • Condicionador Poder das Plantas Purificação + Gengibre 

É afirmado em sua página: “Os shampoos da linha são sem sulfato e proporcionam uma limpeza suave e efetiva, com espuma rica e cremosa. O condicionador e a máscara sem silicone trazem a tecnologia do óleo de coco enriquecido, que potencializa os benefícios do óleo, permitindo que ele consiga penetrar e revestir de maneira mais eficiente a fibra capilar”. 

A marca tem a certificação cruelty free da PETA 

Apesar da Dove não ser uma marca 100% vegana — existem produtos que utilizam ingredientes de origem animal, sendo necessário ficar atento ao comprar algum cosmético  — obteve o selo Cruelty Free da PETA que começou a ser utilizado em 2019. Isso significa que seus produtos não são testados em animais. 

Na comunicação da PETA é afirmado que a Unilever (dona da marca Dove) foi colocada na categoria “Working for Regulatory Change” (trabalhando para mudança regulatória, em tradução livre), isso significa que a empresa não realiza testes em animais, apenas quando explicitamente exigido por lei, sendo completamente transparentes com a instituição sobre quais testes foram realizados e por quê, enquanto trabalham para promover o desenvolvimento, validação e aceitação de métodos não baseados em animais. 

Você pode estar se perguntando: “A Dove comercializa na China (país que exige testes em animais)?”. 

Luciana Pereira (gerente de marketing da Dove, na época), respondeu a essa questão na UOL em 2018. 

Ela afirmou que a Dove deixou de importar seus produtos para a China em 2017, cumprindo com as regulações chinesas, sendo assim todos os produtos Dove lançados na China no futuro seriam produzidos no território chinês ou vendidos pelos canais transfronteiriços. Dessa forma, não é necessário realizar os testes em animais. 

Mercado de cosméticos veganos 

O mercado de cosméticos veganos está crescendo e diversas marcas querem conseguir uma fatia desse grande potencial. 

Conforme um relatório da Global Industry Analysts, esse mercado poderá atingir US$ 20,6 bilhões até o ano de 2026, crescendo a um CAGR de 5,1% durante o período analisado. 

Também foi informado que o segmento de cuidados com os cabelos tem um CAGR revisado de 5,1% para o próximo período de 7 anos. 

Além disso, a China tem a previsão de atingir US$ 4,2 bilhões até o ano de 2026, com um CAGR de 7,9% durante os anos avaliados, permanecendo entre os países de crescimento mais rápido nesse mercado. 

Gostou dessa notícia? Aproveite e leia também: 

Juliana Goes lança linha de cosméticos veganos e sustentáveis

Mercado de cosméticos em barra e linha vegana da Cadiveu Essentials

Harry Styles lança marca de cosméticos veganos e cruelty free

*Imagem de capa: Reprodução Dove / via site 



por Amanda Stucchi em 13 de dezembro