É isso mesmo: o mercado de cosméticos veganos cresce e atingirá US$ 20,6 bilhões até o ano de 2026, crescendo a um CAGR de 5,1% durante o período analisado. 

Sombras, blushs, batons, gloss, rímel, delineador, hidratantes, loções… existem muitos produtos cosméticos que não possuem elementos de origem animal nem crueldade com esses seres vivos. 

Há também uma diferença entre a palavra cosmético e maquiagem. 

Os cosméticos são uma variedade de produtos com aplicação na face e no corpo (podem ser hidratantes, shampoos, ou até mesmo tintura para cabelo), já a maquiagem é somente aquele produto para o rosto usado para o embelezamento, aqui ficam as sombras, blushs, rímel e delineadores, por exemplo. Ou seja, o cosmético é uma categoria e maquiagem é uma subcategoria desse. 

Essa distinção é muito importante para você compreender essa projeção do relatório da Global Industry Analystis, empresa de pesquisa de mercado, que falamos no primeiro parágrafo. 

O relatório apontou as seguintes informações: a categoria de cuidado com a pele tem projeção de atingir US$ 7,8 bilhões até o final desse período (crescendo a um CAGR de 5,6%), já o cuidado com o cabelo foi reajustado para um CAGR de 5,1% para os próximos 7 anos. 

Falando de forma mais geral (sem considerar produtos veganos), o skincare foi algo que cresceu durante a pandemia do coronavírus, esses produtos registraram uma alta de 21,9% nas vendas no Brasil comparado a 2019, conforme noticiado pelo Jornal de Brasília, com informações da ABIHPEC (Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos). 

Uma curiosidade é que os produtos mais vendidos foram as máscaras faciais (91%) e os esfoliantes corporais (153,2%). 

Além disso, segundo informações da Kantar apontadas na Agência Brasil, as vendas de produtos de higiene cresceram por aqui: tiveram uma alta de 9,4% em 2020, comparado a 2019, com vendas de cremes, loções e sabonetes. 

Países onde o mercado de cosméticos veganos mais cresce 

Agora que você sabe desses dados adicionais e percebeu que eles refletem o Brasil e o momento em que vivemos, voltaremos ao relatório da Global Industry Analystis que cobriu os produtos veganos. 

Quais são os países onde o mercado de cosméticos veganos mais cresce? 

Os Estados Unidos têm um mercado de cosméticos veganos que foi estimado em US$ 4,3 bilhões no ano de 2021, enquanto a China tem a previsão de atingir US$ 4,2 bilhões até o ano de 2026, com um CAGR de 7,9% durante esse período. 

Outro mercado com previsão de crescimento é o Canadá, com um CAGR de 4,6% durante o período, seguido pelo Japão com 2,8%. No continente europeu, a Alemanha tem destaque: a expectativa é que o mercado de cosméticos veganos cresça a um CAGR de aproximadamente 3,2%. 

Falando sobre o setor de maquiagem, esse deve atingir US$ 3,9 bilhões até o final de 2026. 

Os países que mais irão impulsionar esse CAGR serão os Estados Unidos, Canadá, Japão e China, essas regiões corresponderam a um tamanho de mercado de US$ 2,2 bilhões no ano passado, e a projeção é chegarem a US$ 3 bilhões até o final de 2026. Dentre todos esses países, o que terá crescimento mais rápido será a China. 

Maquiagens veganas no Brasil 

Ficou com vontade de conhecer marcas de maquiagem veganas após conhecer esse mercado? 

Fizemos uma lista com 21 marcas de maquiagens vegana fáceis de encontrar aqui no Brasil. Se você tem paixão por esse assunto, vale dar uma olhada. 

Gostou dessa notícia? Aproveite e leia também: 

Juliana Goes lança linha de cosméticos veganos e sustentáveis 

9 razões para usar cosméticos veganos e naturais 

Marca de produtos de beleza vegana planeja IPO em 5 anos

*Imagem de capa: Pexels



por Amanda Stucchi em 13 de outubro