A empresa de gordura vegetal, Time-travelling Milkman (TTM), que é um spin-off da Wageningen University & Research (WUR), levantou € 555 mil com os investidores Oost NL e SHIFT Invest. A marca desenvolve gordura vegetal para melhorar a textura das alternativas lácteas sem origem animal, tornando-as mais aceitáveis pelo público geral. Mas, além das alternativas lácteas, o produto também pode ser utilizado em outros alimentos para dar cremosidade, como substitutos de carne e biscoitos, por exemplo. 

A Time-travelling Milkman (TTM) relata em sua página que fontes alternativas de proteínas são vastas, mas as pessoas esquecem a importância da gordura. Então, ingredientes gordurosos, cremosos, saudáveis e sustentáveis ainda não foram encontrados, também afirmam que o óleo de coco e óleo de palma são insalubres e insustentáveis, já que vem dos trópicos. 

Assim, para resolver essa questão, criaram uma solução que retira os oleossomos (a gordura vegetal presente nas sementes) e as transformam em ingredientes para adicionar cremosidade nos produtos lácteos alternativos. Nesse processo de retirada é utilizado a água e a tecnologia de processamento proprietária da empresa. 

Dimitris Karefyllakis, CEO e co-founder da empresa, disse para ao StartLife: “[…]  Nosso próximo passo é aumentar e otimizar nossa produção em escala industrial, para o qual atraímos os parceiros Oost NL e SHIFT Invest que nos apoiarão em nossa jornada com seu conhecimento, rede e capital”. Carl Heijne, gerente de investimentos sênior da Oost NL acrescentou: “[…] A TTM tem uma solução inovadora em suas mãos. A gordura das sementes é muito mais sustentável. Estamos orgulhosos que, como Oost NL, podemos ajudar a acelerar a introdução no mercado”. 

Além deles, Bram Ledeboer, sócio da SHIFT Invest, também anunciou que a empresa estava orgulhosa em investir na Time-travelling Milk para auxiliar na transição de proteínas. Algo que vale a pena ressaltar é que a TTM já participou do programa de aceleração da StartLife, no qual as empresas participam durante 12 semanas, com um currículo focado em auxiliar os empreendedores na validação do negócio, atração de investimentos e expansão da empresa. Além disso, após a conclusão bem sucedida, as empresas recebem uma oferta de investimento pre-seed

A Time-Travelling Milkman também obteve apoio do The Growth Accelerator e faz parte de um cluster de empresas chamado The Protein Cluster. O CEO afirmou para a Innovation Origins, em fevereiro de 2021: “Queremos nos tornar um grande player na área de gorduras vegetais, alternativas aos laticínios, nos próximos cinco anos”. 

Sobre a empresa de gordura vegetal TTM

Originária da Holanda, sua técnica de processamento foi criada na Wageningen University & Research (WUR). A empresa visa se tornar uma fornecedora dominante de gordura vegetal para o mercado Business to Business (B2B), segundo afirmação de Dimitri para a StartLife: “Estamos bem posicionados para nos tornarmos um fornecedor dominante de ingredientes de gordura B2B”. 

Atualmente, as empresas já podem requisitar amostras da Time-Travelling Milkman em sua página, e a TTM se oferece para trabalhar em conjunto para produzir alternativas lácteas cremosas do zero.

Aproveite e leia também: 

Marca de leite vegetal pretende faturar R$ 1 milhão em 2021

Bebidas de arroz e suas vantagens na alimentação diária



por Amanda Stucchi em 16 de julho