A Grano Alimentos, empresa de vegetais congelados, conclui recentemente a aquisição da Mr. Veggy, fabricante de alimentos plant-based, por um valor não divulgado. Segundo relatou o Estadão, a Grano espera atingir um faturamento de R$ 600 milhões em três anos, mais do que dobrando a receita de R$ 250 milhões. 

Grano Alimentos adquire empresa de congelados Mr. Veggy

Com essa ação, a empresa de vegetais congelados visa dar mais um passo em sua estratégia de diversificação do portfólio, posicionando-se como a melhor opção de empresa especializada em produtos plant-based para o food service e para o varejo. 

A Mr. Veggy, fundada em 2004, possui uma grande variedade de produtos plant-based, como hambúrgueres e salgados variados. O empreendimento foi considerado uma das marcas mais conhecidas (30%) em 2021 no segmento de hambúrgueres/carnes, conforme apontou a MindMiners.  A empresa plant-based surgiu com o objetivo de oferecer alternativas consideradas práticas, naturais e mais saudáveis para os consumidores que desejam diminuir o consumo de alimentos baseados em carne. 

Com o ingresso no portfólio da Grano, que já atua nacionalmente por meio de canais de distribuição diversos e uma operação extensa estruturada, a Mr. Veggy amplia seu potencial de escalabilidade. 

“Queremos nos associar às novas plataformas de alimentação saudável, ampliando a oferta de produtos com qualidade e preço para o food service e B2C, utilizando nossa liderança relevante no setor para impulsionar ainda mais a evolução da Mr. Veggy. A Grano busca manter sua liderança na produção e comercialização de vegetais congelados”, destacou Fernando Giansante, CEO da Grano. 

Segundo um relatório da Allied Market Research, o mercado global de alimentos veganos deve crescer de US$ 19,7 bilhões, registrados em 2020, para US$ 36,3 bilhões até 2030, expandindo a um CAGR de 6,4% durante o período (2020 – 2030). 

Nesse cenário, a Grano prevê o crescimento de 30% em 2022, mesmo patamar dos últimos anos. “Além do forte progresso orgânico, a Grano acelera a consolidação do setor por meio de aquisições sinérgicas com a operação atual”, reforçou Pedro Louzada, conselheiro da Grano e vice-presidente na Arlon Latin America, fundo de private equity americano, investidor e acionista de referência da companhia. 

Atualmente, a Grano Alimentos comercializa mais de 200 variações de vegetais entre os monoprodutos e suas combinações. Os brócolis congelados, classificados na categoria de Super Food, e os mixes de vegetais, pela praticidade e sabor, são os líderes. Entre os lançamentos mais recentes estão o alho inteiro e picado congelado, além do arroz de couve-flor, um substituto para o carboidrato com baixo valor glicêmico. 

Andre Magnavita, diretor comercial e de marketing da Grano, destacou que a companhia sempre apostou na saudabilidade como vetor de crescimento. 

“Nós sempre trabalhamos em prol da saúde e sentimos, nesse período pós-pandêmico, a crescente busca por alimentos funcionais que entreguem nutrição, aumentem a imunidade, o valor proteico e que ajudem o corpo a trabalhar melhor. É isso o que a Grano faz, produz alimentos minimamente processados que entregam saudabilidade de uma forma prática, valorizando o que a natureza criou”, explicou. 

A ASBZ Advogados atuou como assessora da Grano na transação. A Zancan Advogados, Caravel e Verter Finance assessoraram a Mr. Veggy e seus acionistas.

Couve-flor da Grano Alimentos
Imagem: Reprodução Grano Alimentos / via Facebook @grano.congelados

Sobre as empresas

Grano Alimentos

A empresa, sediada em Serafina Corrêa (RS), está há 22 anos no setor, com uma participação de mercado de mais de 40%, incluindo o que é produzido para outras empresas que comercializam vegetais. 

Em 2018, aumentou em 50% a disponibilidade de produtos devido à expansão da fábrica, além disso, a companhia aponta que acesso à mais ampla área plantada de brócolis e couve-flor do Brasil. 

O empreendimento opera no sistema de integração, dando suporte técnico aos cerca de 250 agricultores familiares associados, com contratos de compra das safras produzidas durante todo o ano. 

Mr. Veggy 

A empresa, criada em 2004, tem como fundadora Mariana Falcão, empresária que está nas listas “50 mulheres latinas que estão inovando para alimentar o mundo de maneira sustentável e deliciosa” de setembro de 2021, bem como na matéria “100 Mulheres Poderosas do Agro” de outubro de 2021, ambas da Forbes.

Gostou dessa notícia? Aproveite e leia também: 

Faça parte da comunidade da Vegan Business no WhatsApp: Notícias | Investidores

Mercado de proteína plant-based atingirá US$ 17,4 bilhões até 2027

10 hotéis e pousadas com opções veganas para você visitar no Brasil

5 substituições sustentáveis para fazer no dia a dia

*Imagem de capa: Reprodução Mr. Veggy / via Facebook @mrveggy

Por Amanda Stucchi em 8 de agosto