Quer saber mais sobre diabetes e o veganismo?

Está se aproximando o Dia Mundial do Diabetes, realizado em 14 de novembro para conscientizar sobre a doença, e algumas pessoas que tem diabetes podem ter dúvidas quanto à alimentação à base de vegetais e o processo de transição.

De fato, portadores de diabetes podem da alimentação vegetariana, lembrando de não aumentar a ingestão de carboidratos. Entretanto, assim como qualquer mudança, é recomendado buscar um nutricionista para ter uma visão profissional antes de modificar a alimentação, bem como, realizar um acompanhamento nutricional.

Em princípio, é importante desmistificar a ideia de que dieta vegana é sempre um sinônimo de saúde: existem pessoas que consomem muito carboidrato, açúcar, alimentos processados, refrigerantes, entre outros, e isso não é uma atitude saudável, mesmo que sejam alimentos veganos.

Porém, uma dieta vegana equilibrada e saudável traz benefícios para a prevenção e o controle do diabetes e e suas consequências. Quer saber mais? 

Médicos

Imagem: Pexels

Diabetes e o veganismo: dieta para quem tem a doença 

Um artigo no WebMD, escrito por Keri Wiginton e avaliado clinicamente pela nutricionista Kathleen M. Zelman, explicou que uma dieta vegana saudável pode auxiliar os diabéticos a controlarem o açúcar no sangue. 

Aqueles que possuem o tipo 2  podem se beneficiar da dieta vegana melhor do que as dietas recomendadas para a diabetes, dessa forma, essa alimentação pode auxiliar no controle dos níveis de glicose. 

Quem possui a diabetes tipo 1 também se beneficia, apesar da dieta vegana não curar a doença, nesse caso pode auxiliar a manter o açúcar no sangue mais estável e na perda de peso (isso pode ajudar o paciente a reduzir os níveis de insulina que precisa tomar). 

Caso você não saiba qual é a diferença entre o tipo 1 e o 2, vamos diferenciar rapidamente. 

O tipo 1 é uma doença que é normalmente diagnosticada durante a infância. Isso faz com que o pâncreas pare de produzir insulina de forma definitiva, sendo uma doença autoimune. 

O tipo 2 ainda produz insulina, mas o corpo não consegue metabolizar essa substância muito bem por conta de uma resistência própria. Esse tipo tem influência genética, mas também pode ocorrer devido a um estilo de vida mais sedentário e da obesidade. 

Diabetes

Imagem: Pexels

Veganismo também pode auxiliar na prevenção da doença 

Se você não tem diabetes, mas tem familiares, saiba que além da dieta vegetariana auxiliar as pessoas que tem a doença, também pode ajudar na prevenção. 

O estudo “Vegetarian diets and incidence of diabetes in the Adventist Health Study-2”, publicado na pubmed, conseguiu mais de 15 mil homens e 26 mil mulheres dos Estados Unidos e Canadá para participarem de um estudo. 

Todos não tinham diabetes e seguiam dietas variadas (veganos, ovolactovegetarianos, pescetarianos, semivegetarianos e não vegetarianos — esse último para ser um grupo de referência), após dois anos foram questionados se desenvolveram a diabetes. 

Os resultados foram os seguintes: 

  • 0,54% dos veganos
  • 1,08% dos ovo-lacto-vegetarianos
  • 1,29% dos pescetarianos
  • 0,92% dos semivegetarianos 
  • 2,12% dos não-vegetarianos

A conclusão do estudo foi a seguinte “Dietas vegetarianas (vegana, ovo lacto, semi) foram associadas a uma redução substancial e independente na incidência da diabetes”. 

O Veganuary também abordou o assunto, em sua matéria falou sobre três testes realizados na Universidade de Harvard no ano de 2016, onde foi dito: “O consumo de uma dieta vegana rica em alimentos vegetais menos saudáveis foi associado a um risco 16% maior de diabetes”. 

Portanto, como falamos lá em cima, a alimentação vegana saudável é benéfica para os diabéticos e para a prevenção dessa doença. Mas, é necessário seguir uma boa dieta. 

Gostou dessa notícia? Aproveite e leia também: 

Veganismo e saúde 

5 passos para se tornar vegano 

Dieta à base de plantas ajuda a prevenir Alzheimer? 

*Imagem de capa: Pexels

Por Amanda Stucchi em 12 de novembro