A Aleph Farms, startup de carne cultivada, obteve o status kosher!

Os judeus que observam as regras kosher – comendo apenas alimentos abençoados por um rabino – podem consumir bife produzido a partir de células animais cultivadas, diz o rabino-chefe de Israel.

Bife cultivado kosher

Embora o bife ainda não esteja aprovado para venda ou consumo, a aprovação regulatória é esperada ainda este ano. A certificação kosher abre as portas para uma grande porcentagem da população do país assim que a carne é aprovada.

“Esta decisão é significativa não apenas para a Aleph Farms como empresa, mas também para toda a indústria de carne cultivada. Ele estabelece uma base para um discurso público inclusivo sobre a interseção entre tradição e inovação em nossa sociedade. Na Aleph, inovamos para fornecer nutrição de qualidade a qualquer pessoa, a qualquer hora, em qualquer lugar, a serviço das pessoas e do planeta, e isso inclui pessoas com diferentes tradições culinárias”, disse Didier Toubia, cofundador e CEO da Aleph Farms, em uma declaração.

“Estamos entusiasmados com o fato de mais grupos de clientes poderem desfrutar de nossos produtos, independentemente de sua religião, ajudando-nos a promover nossa visão inclusiva de segurança alimentar e explorar diferentes culturas alimentares em todo o mundo”, disse Toubia.

Demanda de carne kosher

A demanda por carne kosher está aumentando globalmente, de acordo com Aleph. Espera-se que alcance mais de US$ 100 bilhões globalmente até 2030, com a demanda aumentando nos EUA, França e Israel, que juntos representam mais de 86% da população judaica global. Quase 74% da população de Israel é judia.

Aleph Farms diz que está trabalhando em estreita colaboração com agências reguladoras de todo o mundo na preparação para o lançamento comercial. De acordo com a empresa, um bife de corte fino cultivado será o primeiro produto. Também está desenvolvendo diferentes cortes de bife, bem como colágeno feito de células cultivadas.

Lucy, uma vaca Black Angus que vive em uma fazenda de criação na Califórnia, produziu o ovo fertilizado que serviu de base para todos os produtos da Aleph Farms. A empresa diz que pode cultivar “milhares de toneladas” de carne cultivada a partir dessa fonte de célula única para uma fonte de proteína mais sustentável e ética.

A empresa diz que está em contato com autoridades muçulmanas, hindus e outras religiões para certificar seus produtos como uma opção viável para práticas religiosas.

Gostou dessa notícia? Aproveite e leia também:

Faça parte da comunidade da Vegan Business no WhatsApp: Notícias | Investidores

Shukran Foods lança ovos veganos na Espanha

Arkeon Biotechnologies levanta € 10 milhões para alimentos feitos de CO2

77% dos consumidores querem provar comidas feitas por IA

Imagem ilustrativa de capa: Divulgação Aleph Farms

Por Ana Cristina Gomes em 26 de janeiro