A Fazenda Futuro é uma startup brasileira de carne vegetal, fundada pelo administrador Marcos Leta em 2019. No mês passado, falamos que a empresa entraria no mercado dos Estados Unidos e atualmente essa startup está presente em 24 países, com valuation de R$ 715 milhões

Os produtos disponíveis em seu portfólio são os hambúrgueres plant-based, almôndegas, carne moída, linguiça de pernil e frango em pedaços, todos feitos à base de plantas, também não possuem transgênicos, glúten, colesterol e nem gordura trans. 

Marcos Leta contou para o podcast do Zero ao Topo, produzido pelo Infomoney: “O primeiro desafio que a gente teve com a Fazenda foi fazer essa expansão internacional, como entraríamos no mercado europeu e entregaríamos os nossos produtos em vinte e tantos países, e como entraríamos, quando estivéssemos mais seguro em termos de empresa, nos Estados Unidos que é o maior faturamento hoje de plant-based. Tivemos esses desafios de entender a cultura americana, a parte de legislação — as regras americanas para você operar — todas as certificações que você precisa tirar”. 

Ele também acrescentou para o veículo: “A gente criou a Fazenda Futuro para competir com frigoríficos, não com as empresas que fabricam produtos vegetarianos ou veganos”. 

Porém, essa não foi a primeira empresa que o empreendedor criou. Em 2007, o founder fundou a Do Bem, uma marca de sucos sem conservantes, que foi vendida para a Ambev no ano de 2016. Ele também apontou que a ideia de criar essa empresa veio de quando saia do seu trabalho à noite e visitava uma casa de sucos, queria simplificar a vida das pessoas. 

Já a vontade de criar uma empresa de carne vegetal veio do fato de quererem realizar uma disrupção no mercado e do conhecimento de que a carne era a maior categoria dentro do setor alimentício, além dos fatores éticos, ambientais e do aumento da população global. 

Esse ano a empresa também lançou uma lanchonete no Ifood, denominada de Future Station, que vende hambúrgueres e sanduíches, com receitas desenvolvidas por Marcos Lee, consultor da marca na China. 

Para ouvir a entrevista completa acesse o podcast do Zero ao Topo, produzido pela Infomoney. 

Além da startup Fazenda Futuro: foodtechs brasileiras e investimentos 

Se você se inspirou nessa história e tem o desejo de criar alguma foodtech, saiba que as startups brasileiras estão com tudo. No primeiro semestre de 2021 houve um recorde histórico de investimentos nessas empresas, com US$ 5,2 bilhões investidos. Também vale ressaltar que aqui no Brasil, segundo informações de julho deste ano, existem 458 foodtechs distribuídas em 115 cidades. 

Então, se você quer empreender, conheça a concorrência, estude seu público e o local em que deseja implementar seu negócio, e também aproveite para conhecer histórias inspiradoras para te ajudar.

Aproveite e leia também: 

5 marcas brasileiras de hambúrgueres à base de plantas 

10 motivos para se tornar vegano hoje 

Proteína vegana: conheça as principais marcas

*Imagem de capa: Divulgação Fazenda Futuro (via Infomoney)



por Amanda Stucchi em 11 de agosto