O Dia da Consciência Negra está se aproximando — acontece em 20 de novembro! — e traz uma reflexão sobre igualdade social e racismo. Por isso, hoje vamos falar sobre um programa de aceleração para empreendedores negros.

O programa é organizado pela Distrito, plataforma de inovação aberta com o objetivo de acelerar startups e potencializar investimentos. A empresa atua junto com a Inventivos, plataforma exclusiva e completa de formação de empreendedores.

Ambas se juntaram para criar o Black Scale, é explicado na página: “A aceleração pretende alavancar os negócios na área da tecnologia e da inovação a partir da visibilidade, treinamentos e mentorias que os façam superar os principais gargalos que empreendedores negros enfrentam dentro de um ecossistema pouco diversificado e inclusivo”.

Para participar dessa aceleração, é necessário que exista no quadro societário da startup fundadores ativos que se autodeclaram negros, outra regra é a empresa estar constituída e em operação no território brasileiro. O período de inscrição vai de 16/11 até 17/12.

É afirmado no regulamento: “O programa Black Scale by Distrito e Inventivos tem como objetivo promover a evolução da startup da fase operacional e estruturar para a etapa de Scale Up”.

Etapas do programa

Quer saber mais sobre o cronograma e as etapas dessa aceleração? Vamos explicar!

  • Após a fase de inscrições, acontecerá um short list onde serão selecionadas as 50 melhores startups.
  • Haverá uma entrevista com essas startups realizada pela equipe Scale. Assim, serão selecionadas 20 startups para a próxima etapa.
  • Depois, acontece um mês de pré-aceleração intensivo com workshops e mentorias com essas empresas.
  • No final, 10 startups serão aceleradas pelo programa.

Em fevereiro de 2022, ocorrerá a pré-aceleração e a imersão, já em março está previsto o anúncio das startups selecionadas, seleção das dez finalistas e também o início da aceleração. Legal, não é?

Premiação e benefícios do programa de aceleração para empreendedores negros

As três startups melhores avaliadas pelo programa ganharão prêmios em dinheiro. O primeiro lugar receberá R$ 25 mil, o segundo R$ 15 mil e o terceiro R$ 10 mil.

O programa também traz diversos benefícios para as startups. Conforme descrito no regulamento:

  • O clube de benefícios do Distrito.
  • Um dia de uso em um dos Hubs do Distrito: 3 hubs em São Paulo/SP e 1 hub em Curitiba/PR.
  • A plataforma Distrito for startups.
  • Ao chat da comunidade Distrito.
  • Aos mentores da plataforma do Distrito a qualquer momento (mais de 90 mentores).
  • Ao conteúdo Distrito academy.
  • A publicação de vagas no site da Distrito.
  • A conexões com empresas parceiras.
  • A base de dados do ecossistema.
  • Fintech e Healthtech.
  • Aos reports e ao clube de benefícios da plataforma.

Isso vale tanto para as empresas selecionadas na Etapa I (com 20 empresas), como para a Etapa II (10 selecionadas).

Haverão várias atividades durante o programa, por exemplo: realizar um plano de aceleração, encontros de startup, plano de mentoria, plano de conexão, plano de acompanhamento, black connect (aqui acontece a apresentação oficial das startups tanto para os colaboradores quanto para as áreas de negócios dos parceiros), demoday e radar (assessoria de imprensa para apresentar o novo posicionamento das startups ao mercado).

Se você deseja se inscrever, verifique a página oficial e o regulamento também.

Gostou dessa notícia? Aproveite e leia também:

Como fazer um bom pitch para captar investimentos?

Startups brasileiras levantaram US$ 5,2 bilhões em investimentos

Programa de aceleração na África e investimentos veganos da ProVeg

*Imagem de capa: Nappy 



por Amanda Stucchi em 19 de novembro