No dia 9 de janeiro, ativistas veganos dirigiram tratores pela Praça do Parlamento britânico e pela Downing Street em Westminster. O objetivo, era persuadir o primeiro-ministro do Reino Unido a aceitar o desafio de se tornar vegano por um mês em troca de uma doação de £ 1 milhão para uma ONG de sua escolha.

Junto dos tratores, os ativistas levaran infláveis gigantes de um planeta Terra, uma moeda de um milhão de libras, uma vaca e do próprio primeiro-ministro.

Simultaneamente, houve uma manifestação até Downing Street, onde foi revelado um banner de destaque, além da distribuição de centenas de refeições veganas gratuitas – tudo coordenado pela ONG internacional Generation Vegan (GenV).

Vegano por um mês

O evento acontece dez dias depois que Rishi Sunak recebeu uma oferta de £ 1 milhão para uma ONG de sua escolha se ele se torna-se vegano por um mês. Até o momento, ele não deu nenhuma resposta.

Anteriormente, essa mesma oferta foi feita ao Papa Francisco, que deu sua bênção aos ativistas e, mais tarde, incentivou os jovens a reduzir o consumo de carne. Uma oferta subsequente feita ao ex-presidente Donald Trump, que disse que não aceitaria, pois a dieta poderia mexer com seu cérebro.

Campanhas da GenV

As campanhas da GenV buscam destacar o impacto da pecuária no clima, poluição, desmatamento, perda de biodiversidade, potencial pandêmico, resistência a antibióticos, saúde pública, assim como na vida de bilhões de animais.

“O primeiro-ministro Sunak prometeu proteger o futuro do nosso planeta e falou mais de uma vez sobre a importância de mostrar compaixão. Agora, pedimos a ele que coloque suas palavras em ação e adote uma alimentação vegana por pelo menos um mês. Nossa esperança é que ele aceite nossa oferta de um milhão de libras, doe o dinheiro e mostre ao mundo como ter um comportamento compassivo com os animais pode ser saudável, ecológico e delicioso”, diz a CEO da GenV, Naomi Hallum.

Desde o início do ano, quando a oferta foi feita pela primeira vez ao primeiro-ministro, a Generation Vegan colocou mais de 5.000 pôsteres em Londres, incluindo adesivamento de alguns pontos da estação de metrô de Westminster. Também publicou uma carta aberta ao Sr. Sunak em quatro grandes jornais.

Destaques da carta aberta

  • A pecuária representa até 85% das terras agrícolas, mas fornece apenas 32% de nossas calorias e menos da metade de nossas proteínas.
  • Alimentar o mesmo número de pessoas com uma alimentação baseada em vegetais exigiria apenas um sexto da terra, deixando 14,5 milhões de hectares disponíveis.
  • A pecuária é responsável por pelo menos 16,5% de todas as emissões de GEE produzidas pela humanidade.
  • Se todos comêssemos vegetais, nossas emissões de GEE relacionadas a alimentos cairiam 70%.
  • A adoção de uma alimentação baseada em vegetais está associada à diminuição do risco de mortalidade e incidência de doenças cardiovasculares.
  • Um novo estudo descobriu que a alimentação plant-based reduz o risco de câncer de mama na pós-menopausa em 18%, câncer de próstata em 31%, câncer colorretal em homens em 43% e de desenvolver qualquer tipo de câncer em 14%.
  • Em uma pesquisa recente no Reino Unido, 64% dos produtores disseram que considerariam a transição da pecuária totalmente desde que houvesse apoio financeiro.

“Milhões de pessoas estão adotando – ou já adotaram – uma alimentação baseada em vegetais para proteger melhor a saúde, os animais e nosso planeta. Contudo, como múltiplas crises ambientais e de saúde estão se tornando cada vez mais sérias, precisamos urgente de liderança positiva e poderosa.”, afirma Naomi Hallum.

Leia a carta completa da GenV para Rishi Sunak em português: https://genv.org/pt-br/nossa-carta-para-rishi-sunak/

Gostou dessa notícia? Aproveite e leia também:

Ipanema lança sandálias feitas a partir de algas

Mercado de carne plant-based atingirá US$ 15,7 bilhões até 2027

Brasil é o país com mais opções veganas na América Latina

Imagem ilustrativa de capa: Divulgação GenV

Por Ana Cristina Gomes em 11 de janeiro
Faça parte da comunidade da Vegan Business no WhatsApp: Notícias | Investidores