Você já pensou em quais são as opções de mercado que você pode investir? Ramo alimentício, de bebidas, de roupas, de calçados, de pets, e outras inúmeras alternativas disponíveis, não é? Mas qual escolher? Bem, hoje eu vim te mostrar 5 provas de que talvez a sua escolha deva ser o mercado da sustentabilidade. Além de estar muito em alta, você vai se surpreender com as possibilidades.

Brasileiro prefere o mercado da sustentabilidade

Se você ainda duvida que o brasileiro dá preferência por marcas conscientes, você está enganado. Não apenas com sustentabilidade, mas cada vez mais nós estamos preocupados com os valores e princípios das marcas.

Uma pesquisa feita pela Tetra Pak mostrou 95% dos brasileiros entrevistados acreditam que as questões ambientais devem ganhar ainda mais relevância nos próximos anos. Além disso, 47% dos consumidores já dizem procurar por selos ambientais ao comprar bebidas.

Ainda não são os únicos dados. Nós brasileiros estamos nos atentando as consequências de não pensar em sustentabilidade.

Pensamos em reciclagem, mas não o suficiente

A mesma pesquisa que comentamos acima mostrou que 48% dos consumidores nacionais declaram que separam os resíduos para a coleta seletiva. Ainda assim, é muito pouco.

Uma pesquisa encomendada pela Ambev em maio de 2018 mostrou que apenas 35% dos brasileiros tem informações sobre coletas seletivas em suas cidades. E mesmo com pouca informação, 97% dos entrevistados acredita que a reciclagem seja importante.

Isso abre as portas para quem quer falar sobre reciclagem, coletas seletivas, separação de lixo orgânico, entre os assuntos. É a oportunidade perfeita para chegar nos seus usuários com a solução (ou parte dela) para trazer mais sustentabilidade para o dia a dia.  

As redes sociais trazem informações ambientais

Antes as redes sociais apenas nos atualizavam sobre a vida dos nossos amigos e familiares, mas hoje em dia é muito mais. Elas se tornaram uma ferramenta de transmissão de notícias. Marcas, noticiários, sites, ONGs, instituições, todos usam as redes sociais para compartilhar informações e novas causam.

Não foi diferente com a sustentabilidade. Vimos conteúdos falando sobre os perigosos da não sustentabilidade, do que está acontecendo com os oceanos, com a quantidade de lixo, com a realidade por trás do consumo de carne.

A pesquisa feita pela Tetra Pak mostrou que 56% dos brasileiros são estimulados pela internet e as redes sociais a comprar produtos mais sustentáveis e buscar pela preservação do meio ambiente. Outros 31% dos brasileiros buscam isso pelo estilo de vida que já seguem.

Além disso, os consumidores querem clareza na hora de comprar seus produtos. É importante que tenha ações e esclarecimentos sobre os compromissos das marcas e seus produtos com o nosso meio ambiente.

São muitas as possibilidades de negócios

Trabalhar com o mercado da sustentabilidade permite uma você amplie suas possibilidades de negócios para muitas áreas. Não pense apenas em reciclagem. Para ser sustentável é preciso mudar diversos hábitos.

Marcas de roupas podem ser sustentáveis, por exemplo. Nessa área estamos falando cuidar e otimizar todas as etapas de produção. Além disso, podemos trabalhar com tecidos tecnológicos e mais sustentáveis, como seda vegana ou couro de abacaxi.

Marcas de kits ecológicos. Sacolas plásticas são substituídas por ecobags, e canudos descartáveis por versões reutilizáveis, certo? Sim, porém vai muito além. Quando você começa a analisar as possibilidades estamos falando de kits de talheres de bambu, saquinhos de pano para compras a granel, copos reutilizáveis, e muito mais.

E está longe de acabar. Produtos de limpeza e produtos de higiene também são preocupações sustentáveis. Ou seja, o mercado da sustentabilidade abre portas para diversos negócios. Com certeza algum dessas áreas é para você!

Precisamos de sustentabilidade

Não dá mais para adiar. A quantidade de lixo que estamos produzindo e apenas descartando é gigantesca. Para você ter uma ideia somente no Brasil, nós produzimos cerca de 79,9 milhões de toneladas de resíduos sólidos por ano.

Pensa no estádio do Morumbi na cidade de São Paulo. Agora sabe quantos desses estágios seriam necessários para guardar toda a quantidade de lixo produzida anualmente no nosso país? 206 estádios. Estamos falando de uma área onde caberiam 13,8 milhões de pessoas, algo próximo à população da Bahia.

Precisamos falar de sustentabilidade e precisamos de mais marcas e empreendedores falando sobre o assunto.

Com essas cinco provas você já consegue pensar em investimentos no mercado da sustentabilidade? São tantas opções e com o crescimento da sustentabilidade e do veganismo (que andam lado a lado), agora só nos resta investir nesses mercados sem medo.

Leia também Sustentabilidade e Veganismo andam juntos? (e como não?) e Empreendedorismo vegano: 6 motivos para você apostar



por Lari Chinaglia em 6 de fevereiro