A divisão da Health and Science da Nestlé adquiriu uma participação majoritária na marca de suplementos plant-based Orgain, a transação está sujeita às aprovações regulamentares habituais. Com a aquisição, os fundadores Dr. Andrew Abraham e a empresa Butterfly Equity passam a ser acionistas minoritários. 

Porém, aqui é necessário ressaltar que a empresa não é vegana, apesar de ter alguns produtos certificados pela Vegan Action. Seus produtos certificados são: shake nutritivo orgânico, barra de proteína orgânica, leite de amêndoas organic protein™ (feito com baunilha sem açúcar), proteína à base de plantas Organic Protein™ (sabor de chocolate e coco), entre vários outros. 

Por meio de uma opção do acordo, a Nestlé também poderá adquirir totalmente a Orgain no ano de 2024. 

O CEO da Nestlé Health Science, Greg Behar, falou em um comunicado

“A proteína nutricional desempenha um papel fundamental no apoio à nossa saúde e bem-estar, quer tenhamos um estilo de vida ativo ou estejamos enfrentando desafios de saúde. A ênfase da Orgain em ingredientes orgânicos limpos, totalmente naturais, à base de plantas, a tornou líder nos EUA, e esperamos combinar a experiência de nossas empresas para levar a Orgain a mais pessoas em todo o mundo”. 

Faça parte da comunidade da Vegan Business no WhatsApp: Notícias | Investidores

É informado ser esperado que o acordo seja ligeiramente agregador ao crescimento orgânico da Nestlé, mesmo que seja um pouco diluído para a margem de lucro comercial subjacente do grupo no ano de 2022.  

História da Orgain

Quer conhecer mais sobre a marca de suplementos plant-based?

A empresa foi fundada pelo Dr. Andrew Abraham, especialista em medicina integrativa, que sobreviveu a um câncer. 

O nome Orgain foi escolhido ao combinar as palavras “organic” (orgânico) + “gain” (ganho). 

Ele contou sua história no vídeo da marca, relatando que estava perdendo peso durante o tratamento e seu médico passou um shake convencional para ele,  dessa forma, passou a consumir o produto e isso despertou um interesse por nutrição, já que acabou lendo vários livros sobre o assunto. “Eu tive um salto de fé com a Orgain, porque acreditava nisso, queríamos que tudo fosse orgânico e clean label”. 

O fundador, que continuará atuando como CEO da marca, falou no comunicado sobre a aquisição da Nestlé: 

“A Nestlé Health Science e a Orgain compartilham a mesma filosofia: uma nutrição melhor pode mudar vidas. Como alguém que experimentou o poder da nutrição limpa e baseada em proteínas e como médico, tem sido importante ajudar o maior número possível de pessoas a viver suas vidas de forma mais vibrante. Trabalhamos duro para desenvolver produtos inovadores que fazem uma diferença real na vida dos consumidores e, agora, através das capacidades, recursos e dedicação à nutrição da Nestlé Health Science, poderemos alcançar mais pessoas em todo o mundo”. 

Mercado de suplementos proteicos plant-based 

Já falamos aqui sobre o mercado de suplementos proteicos plant-based, conforme um relatório da Research and Markets

É informado que esse mercado atingirá US$ 9,2 bilhões globalmente até o ano de 2027, crescendo a um CAGR de 8,4%. 

Os motivos para esse crescimento são: maior adoção das dietas veganas, mais pessoas que são adeptas do flexitarianismo, preferência por dietas consideradas mais nutritivas, além da parcela da geração do milênio dos países ocidentais que mudou a alimentação, visando adotar uma dieta com produtos orgânicos e plant-based. 

Gostou dessa notícia? Aproveite e leia também: 

Mercado de suplementos proteicos plant-based atingirá US$ 9,2 bilhões

Foodtech lança produto plant-based para nutrição esportiva

Marca de suplementos veganos levanta US$ 6 milhões

*Imagem de capa: Reprodução Orgain / via Facebook @drinkorgain

Por Amanda Stucchi em 8 de fevereiro