A AuraPea é uma marca de carne de grão-de-bico que levantou US$ 1,5 milhão para expandir até a Europa e a Ásia. 

A empresa foi fundada por Benjamin Pasternak no ano passado. Além desse novo empreendimento, ele também é presidente e CEO do Defiant Food Group, tendo contado ao Washington Business Journal que a AuraPea se destaca dos concorrentes por conta dos ingredientes limpos, já que a maioria dos produtos no mercado não são realmente considerados clean label

O fundador relatou que estão preparados para chegar ao mercado europeu em 2023, com os produtos que irão lançar esse ano nos Estados Unidos. Além disso, concluíram o processo das patentes necessárias para produzir na Europa e estão trabalhando nas patentes asiáticas. 

A proteína de grão-de-bico

Quer saber mais sobre as proteínas de grão-de-bico? 

Segundo o Market Reseach Future, esse mercado atingirá US$ 737,8 milhões até o ano de 2025, crescendo a um CAGR de 11,2%. 

Alguns dos motivos da expansão nesse segmento são: a maior adoção pelas dietas veganas e vegetarianas, bem como o aumento do escopo de aplicação das proteínas de grão-de-bico. Entretanto, algo que pode ser prejudicial ao mercado é o aumento da procura pelo produto e a pouca oferta. 

A análise da Future Market Insights também apontou: “Espera-se que a proteína do grão-de-bico substitua gradualmente a proteína do ovo, a proteína láctea e a proteína da carne. Além disso, a proteína do grão-de-bico é isenta de glúten e não possui propriedades de um alérgeno, o que tende a criar respostas imunes adversas ou alergias nos consumidores”. 

A instituição também afirmou que a Europa deve responder por um terço da participação no valor do mercado global, por conta do aumento do veganismo na região. 

Ademais, é informado que a Comissão Europeia divulgou um relatório em 2018 que favoreceu quem fabrica grão-de-bico e outros ingredientes, sendo esperado que essa atitude impulsione tanto a produção como a venda de proteínas de grão-de-bico no local.

Sobre a marca de carne de grão-de-bico

“Procuramos fazer produtos conscientes das necessidades do mundo atual. E incentivamos o uso de ideias inventivas que mudarão a indústria alimentícia para sempre”, é dito na página de história da AuraPea. 

O portfólio da empresa conta com pedaços de carne à base de plantas para diferentes finalidades, como tacos, chouriço, café da manhã e um prato italiano. Também estão planejando lançar bacon e pepperoni.

A base de grão-de-bico que a empresa utiliza se chama Auratein, essa é uma tecnologia patenteada que visa manter a funcionalidade do grão-de-bico mesmo após moído. 

Os produtos não contêm soja, glúten, alérgenos, lactose e nem metilcelulose, um espessante e emulsificante utilizado em vários alimentos e cosméticos. 

Caso tenha curiosidade em compreender qual é o significado do nome da empresa, Benjamin Pasternak também contou que o nome se deu a partir da junção das palavras “Aura” (ideia de corpo inteiro) e “Pea” (representando o grão-de-bico). 

Gostou dessa notícia? Aproveite e leia também: 

10 motivos para se tornar vegano hoje

Marca que produz carne de jaca levanta US$ 23 milhões

O que é equity? Conceito e os principais tipos de equity (2021)

*Imagem de capa: Reprodução AuraPea / via página de produtos



por Amanda Stucchi em 18 de janeiro