A empresa de proteína alternativa, v2food, que vende carne plant-based, anunciou que levantou US$ 54 milhões em uma rodada de investimento da Série B. Quem liderou a rodada foi o Astanor Ventures, de investimento de impacto, outros participantes foram o fundo chinês Huaxing Growth Capital e a empresa de equity World Asia, localizada em Cingapura. Essa rodada aumentou a valuation da empresa para mais de 500 milhões de dólares australianos. 

Com o valor, a empresa acelerará sua expansão global, principalmente no mercado chinês. Nick Hazell, CEO da empresa, disse à imprensa: “Esta rodada nos permite continuar nossos esforços para melhorar e iterar nossos produtos, aumentando ainda mais a empresa em termos de escala, competitividade global e desenvolvimento de negócios”. A empresa já lançou o v2mince na China, que é parecido com a carne de porco. 

O founder também acrescentou: “Estamos muito satisfeitos por trazer o Astanor a bordo e gratos pelo apoio contínuo de nossos investidores que retornam”. A marca também disse que conseguiu investimentos de uma plataforma líder de comércio eletrônico chinesa, que será essencial para conectar e distribuir produtos a diversos consumidores.

É importante ressaltar que a empresa australiana  já tem uma presença na Tailândia, Filipinas, Coreia, Japão e Nova Zelândia. Em outubro de 2020 a v2food já havia levantado US$ 55 milhões, e no total possui um investimento de US$ 138 milhões. Na rodada passada quem investiu foi o Goldman Sachs Group Inc. e o Temasek Holdings, na época o CEO falou à imprensa: “Este é o momento para esta indústria, […] há muito capital procurando por um lar aqui”.

Empresa de proteína alternativa - v2food
Imagem: Divulgação v2food

Sobre a empresa de proteína alternativa v2food

“A pecuária é a principal causa de emissões de gases de efeito estufa, degradação da terra e perda de biodiversidade em todo o mundo. O cultivo de plantas para a produção de carne nos permite retirar CO₂ do ar e colocá-lo de volta no solo para enfrentar diretamente as mudanças climáticas”, afirma a empresa. 

Fundada por Nick Hazell em 2019 na Austrália, a empresa oferece em seu portfólio hambúrgueres (v2burguer), a carne picada parecida com carne de porco (v2mince), linguiça (v2sausage), e uma carne para espaguete à bolonhesa (v2sauce). 

A empresa também diz que coloca a mesma dose de proteína, zinco, ferro, fósforo, e vitaminas B12, B3 e B6 em seus produtos, além de fibra alimentar. Os produtos também não tem colesterol. 

Aproveite e leia também: 

5 marcas brasileiras de hambúrgueres à base de plantas 

Proteína vegana: conheça as principais marcas 

Marca de hambúrgueres vegetais levanta US$ 2,8 milhões em rodada 

*Imagem de capa: Divulgação v2food / via Green Queen



por Amanda Stucchi em 6 de agosto