A startup de tecnologia avançada de Cingapura, Cellivate Technologies, que desenvolve soluções celulares para carne cultivada, couro e cosméticos sem crueldade, emergiu como a grande vencedora do reality show de negócios da Channel News Asia (CNA), The Big Spark.

Após competir com duas dúzias de startups regionais, a Cellivate Technologies potencialmente receberá cerca de US$ 3,3 milhões em investimento de cinco empresas de capital de risco, incluindo a Antler e a Rigel-Farro Capital de Cingapura.

No The Big Spark, o CEO e fundador, Dr. Viknish Krishnan-Kutty, destacou o tema do consumo ético de carne através de soluções plant-based e células. Ele afirmou que os fundos expandirão a pesquisa e desenvolvimento, as capacidades de produção e a equipe da empresa, adicionando uma unidade comercial para o crescimento dos negócios.

O problema do capital para a agricultura celular

Dr. Krishnan-Kutty fundou a Cellivate Technologies em 2019 como uma derivação da Universidade Nacional de Cingapura, com o objetivo de reduzir o abate de animais utilizando células para criar produtos sem origem animal.

Inicialmente, a startup focou em meios sem FBS, microcarregadores e placas para empresas de carne cultivada. Gradualmente, expandiu-se para cosméticos (cuidados com a pele) e couro cultivado, através da startup ProjectEx, fundada com Adrian Fürstenburg, um premiado designer sul-africano.

À medida que os altos custos de produção, problemas de escalonamento e ceticismo dos consumidores continuam sendo obstáculos significativos para a indústria de carne cultivada, o interesse dos investidores na tecnologia está diminuindo, apesar do entusiasmo inicial de 2021 e 2022. Especialistas da indústria esperam uma consolidação entre os principais players, como a startup americana SCiFi Foods, que recentemente encerrou as operações após enfrentar obstáculos de financiamento.

“Esta experiência de participar do programa foi incrível. A situação de financiamento da empresa estava muito ruim no ano passado. Nossa equipe estava se mantendo com recursos próprios e estávamos muito perto de desistir do que estávamos fazendo”, disse Dr. Viknish à CNA.

Cingapura e alimentos inovadores

No entanto, ao contrário de outros países, o ambiente regulatório de Cingapura para alimentos inovadores acelera as aplicações para carne cultivada. As aprovações para a empresa americana GOOD Meat e a australiana Vow, juntamente com o forte apoio governamental, atraíram várias empresas, incluindo Meatable, Aleph Farms, Vital Meat e a chinesa Avant Meats.

Atualmente, Cingapura é o único país onde a carne cultivada pode ser comprada em uma loja de varejo, no Huber’s Butchery. Enquanto isso, outras nações, como Israel, China, Coreia do Sul, Índia, Reino Unido e Holanda, também estão avançando na regulamentação e investimento em carne cultivada.

Dr. Viknish acrescentou: “Vencer o The Big Spark nos mostrou que estamos no caminho certo. Os fundos também nos permitirão continuar nosso trabalho e levá-lo ao próximo nível.”

Confira a matéria publicada na vegconomist.

Leia também:

“Maior” teste cego revela preferências sobre carnes plant-based

Maduu e Dra. Renata Cortella lançam bolsa Unique: o essencial para um estilo de vida saudável em movimento

Immobazyme capta US$ 1,3 milhão para ampliar produção

Por Vitor Di Renzo em 26 de junho
Faça parte da comunidade da Vegan Business no WhatsApp: Notícias | Investidores