A carne à base de células – também conhecida como carne cultivada – logo será vendida pela primeira vez em açougue.

O lançamento inovador está ocorrendo em Cingapura. Lá, o Huber’s Butchery fez parceria com a empresa de tecnologia de alimentos Eat Just. Fê-lo para vender o frango da marca GOOD Meat.

De acordo com a GOOD Meat, lançada pela Eat Just em 2016, seus produtos cultivados são “carne de verdade, feita sem derrubar uma floresta ou tirar uma vida”.

Cingapura continua sendo o único país do mundo a aprovar carne à base de células para comercialização. No entanto, apenas locais limitados de serviços de alimentação, incluindo restaurantes finos e centros de vendedores ambulantes podem comercializar. A Eat Just também fez parceria com uma das maiores plataformas de entrega de alimentos da Ásia, a foodpanda.

Agora, os talhos parecem abertos à ideia de incluir produtos cultivados nas suas vitrines, a par da carne produzida tradicionalmente.

Faça parte da comunidade da Vegan Business no WhatsApp: Notícias | Investidores

O Huber’s desenvolveu pratos especiais à base de células para serem servidos em seu bistrô no local. É considerado, pelos envolvidos, um passo significativo para a normalização do conceito de proteína animal sem abate e ecologicamente correta.

“Oferecer esta nova abordagem para fazer carne em um açougue é outro momento histórico no longo caminho para tornar nosso sistema alimentar mais delicioso e sustentável”, disse Josh Tetrick, cofundador e CEO da Eat Just em um comunicado .

“Estou muito orgulhoso de fazer parceria com a equipe da Huber para oferecer às pessoas uma maneira totalmente nova de experimentar nosso frango cultivado no ano novo.”

Lançamento da carne cultivada

Os convidados especiais já estão experimentando os pratos que o Huber’s vai vender ao público em janeiro. Os eventos de degustação foram organizados para coincidir com o aniversário da aprovação regulatória da GOOD Meat em dezembro de 2020.

Para os comensais curiosos restantes de Cingapura, as reservas podem ser feitas agora para provar a carne à base de células no próximo mês. Os pratos incluem kebabs de frango cultivados, ensopado e pele de frango frito. As reservas serão feitas enquanto durarem os estoques da GOOD Meat.

A Huber’s está trabalhando com o pioneiro da carne cultivada devido a suas preocupações compartilhadas sobre qualidade e segurança alimentar, diz o açougue. No entanto, a família Huber continua ciente de que o sistema alimentar está colocando o planeta sob enorme pressão, dessa maneira as alternativas de proteína são essenciais.

De acordo com diretor executivo da Huber, Andre Huber: “A carne cultivada pode ser uma das soluções para o excesso de agricultura devido ao aumento do tamanho e densidade populacional e um aumento no consumo de proteína animal em muitas partes do mundo”.

Os EUA seguirão o exemplo de Cingapura?

Também fazendo progresso na corrida da carne baseada em células estão os Estados Unidos.

Isso ocorre depois que a Food and Drug Administration considerou o frango cultivado da UPSIDE Foods seguro para comer. A decisão veio após meses de investigações. Contudo, ainda não possui aprovação para venda aos consumidores.

A UPSIDE esperava obter a aprovação regulatória até o final de 2021 e construiu uma grande instalação de produção, apelidada de EPIC, em preparação.

Gostou dessa notícia? Aproveite e leia também:

Ipanema lança sandálias feitas a partir de algas

Mercado de carne plant-based atingirá US$ 15,7 bilhões até 2027

Brasil é o país com mais opções veganas na América Latina

Imagem ilustrativa de capa: Divulgação GOOD Meat

Por Ana Cristina Gomes em 2 de janeiro