A foodtech Possible é uma marca de bebidas vegetais que já lançou dois sabores de leite, um é a versão Original e a outra é de Chocolate

Por trás da marca estão os irmãos Rodrigo e Felipe Carvalho da Positive Brands, uma plataforma de marcas com propósito que busca atingir o lucro e ser referência em nichos de mercado respeitando o compromisso com a preservação do bem-estar do planeta. 

Rodrigo Carvalho relatou: “O mundo está virando uma chave. No futuro, vamos achar esquisito consumir tantos produtos de origem animal e que não respeitam o meio ambiente. Estamos propondo algo novo que pode ser incluído no café da manhã de muitos brasileiros. É uma bebida democrática e simples que chegou para revolucionar o mercado”. 

A foodtech tem a campanha “Viver sem leite é Possible”, com o objetivo de democratizar o consumo das bebidas vegetais ao oferecer um produto com textura suave, cremoso, orgânico e prático para acompanhar o café da manhã com granola ou cereais, ser batido com frutas, acrescentado ao pingado ou achocolatado. 

Alessandra Luglio, nutricionista, explicou: “Só para se ter uma ideia, as bebidas à base de vegetais são capazes de brindar a nossa imunidade contra doenças por apresentar minerais, vitaminas e gorduras boas”. 

Bebida original e chocolate

Imagem: Divulgação Possible

Processo de criação das bebidas vegetais 

A Foodtech Possible® buscou certificações possíveis, tecnologias e estudou com nutricionistas para monitorar o caminho necessário visando lançar um produto que respeitasse a cadeia produtiva, o meio ambiente e a saúde do consumidor. 

Dessa troca de ideias, dois sabores foram propostos para preencher a mesa dos brasileiros nos próximos meses, a versão Original feita com água, açúcar demerara orgânico, castanha de caju orgânica, carbonato de cálcio, sal marinho, espessante goma guar e aromas naturais; e Chocolate elaborado com  água, açúcar demerara orgânico, castanha de caju orgânica, cacau, carbonato de cálcio, sal marinho, espessante goma guar e aromas naturais. 

Todos os ingredientes utilizados são orgânicos e de fontes naturais, além de serem fortificados com cálcio para atender as demandas nutricionais de quem está fazendo a transição da bebida de origem animal para a vegetal. Os dois sabores também são livres de glúten.

Essas bebidas vegetais já estão no e-commerce da loja da A Tal da Castanha, com preço sugerido de R$13,90. O produto também está sendo distribuído para todo o Brasil e estarão à venda nos principais supermercados. 

Bebida original da marca

Imagem: Divulgação Possible

A necessidade dos produtos sustentáveis 

A atividade pecuária, por exemplo, que abastece o mercado interno, é responsável por grandes impactos ambientais, como desmatamento, o uso excessivo da água, degradação do solo e a grande emissão de gases de efeito estufa. 

As alternativas vegetais crescem no momento onde é preciso quebrar paradigmas ao oferecer alimentos saborosos, nutritivos, livres de colesterol e naturais, sem a necessidade de demandar tanto do meio ambiente. 

Uma pesquisa de mercado realizada pela BIS Research confirma essa mudança no consumo ao revelar que o mercado global de alimentos e bebidas à base de vegetais deve, até 2024, movimentar um total de US$ 80,43 bilhões, com taxa de crescimento de 13,82% ao ano. O levantamento destaca que o crescimento é o resultado de um cliente mais consciente, onde a sustentabilidade ambiental e a qualidade de vida permeiam suas escolhas.

Chegamos no momento onde o consumo consciente e sustentável precisa estar na nossa mente na hora das compras, já que demandar tanto do meio ambiente para abastecer o mercado alimentício não é possível. 

Bebida original da marca

Imagem: Divulgação Possible

Sobre a Positive Brands

A Positive Brands é uma plataforma de marcas que busca atingir lucros e ser referência nos nichos de mercado que atua, mantendo um forte compromisso de preservação do bem-estar do planeta. 

É explicado que a plataforma está alinhada com as novas maneiras de produção e tem convicção de que é possível crescer e se destacar sendo responsáveis, conscientes e comprometidos ao diminuir ao máximo os danos causados na produção de seus produtos. 

“Acreditamos que empresas podem crescer com responsabilidade e ética, prezando pela sustentabilidade, pela valorização dos seus colaboradores e do meio ambiente, gerando um ciclo virtuoso de impacto positivo no mundo. Temos em nosso DNA o compromisso de levar ao consumidor produtos naturais, sem aditivos ou conservantes, e trabalhamos para reduzir ao máximo nossas emissões de carbono e lixo”, é dito. 

Gostou dessa notícia? Aproveite e leia também: 

Marca brasileira lança linha de leite e iogurte vegetal

Super Vegan concorre ao Brasil Design Awards 

Leite vegetal: 35 marcas para você escolher

*Imagem de capa: Divulgação Possible 



por Amanda Stucchi em 11 de outubro