Brasília agora tem seu primeiro bar vegano!

Conforme apontou o Jornal de Brasília, o nome do estabelecimento é A Casa Faz Bem. Anteriormente, o local funcionava apenas como um restaurante vegano, porém, no dia 6 de novembro o bar foi aberto, com funcionamento nos sábados das 16h às 22h. 

O co-fundador do espaço, Thiago Vilela, é um ativista pelos direitos dos animais e a casa foi fundada em uma época diferente — para ser mais precisa, em 2014  — ele avisou que naquele ano ainda eram um dos únicos locais que vendiam produtos veganos, mas agora existem mais opções. 

Quem assina o cardápio do bar é a chef Carol Bernardes, ela também é sócia proprietária da empresa. A casa pretende valorizar tanto os produtos orgânicos como os da região do Cerrado, trazendo rotatividade aos alimentos e obedecendo à sazonalidade. 

Alguns dos petiscos serão chips de batata-doce e milho peruano, quibe de batata-doce com coalhada de tofu orgânico e pastel de cogumelos que vem com o acompanhamento de geleia de cagaita com pimenta-dedo-de-moça, entre outros. Logicamente, também terá bebidas com álcool e sem álcool. 

Thiago explicou ao veículo que as bebidas presentes nos bares comuns geralmente são veganas, porém, existe pouca opção para os petiscos. Daí a ideia de ter um bar vegano, que dá opção para as pessoas se divertirem, além disso, a empresa também não trabalha com marcas envolvidas em exploração animal. 

No momento, por conta da pandemia do coronavírus, as mesas estão em um local aberto e é obrigatório o uso de máscara no ambiente. O bar também afirmou ao Métropole que segue todos os princípios de segurança e cuidados sanitários. 

O estabelecimento está no seguinte local: 407 Norte, bloco E, loja 59.

Bar vegano

Imagem: Reprodução A casa faz bem /  via Facebook @casavegan

Restaurante participa da Rede de Empreendimentos que sustentam a agricultura orgânica local 

Uma curiosidade é que o restaurante participa da Rede de Empreendimentos que sustentam a agricultura orgânica local (RESOL). 

O que é isso? Basicamente, essa é uma ação da Cepodi (Central de produtos orgânicos direto do produtor) que busca formar uma rede solidária de consumo, integrando os produtores orgânicos locais aos empreendimentos alimentícios. 

Aqui ocorre a criação de um “selo” e de um certificado de participação com os empreendimentos para validar esse processo de integração, além de identificar quem está participando e o destino de uso publicitário e divulgação desse projeto. 

Bar vegano em São Paulo (SP)

São Paulo é uma cidade com muitas opções de diversão. 

Nessa retomada de atividades (onde ainda devemos obedecer aos protocolos de segurança e nos prevenir) uma opção de bar vegano e vegetariano é o Shuffle bar. 

O espaço se descreve dessa forma nas redes sociais: “Coquetelaria, cozinha vegan, música, exposições. Desde 2016”. 

Conforme o cardápio disponível no Goomer (o estabelecimento realiza delivery de quarta, quinta e domingo), alguns dos alimentos são: choripan de linguiça vegetal, burger de abóbora e cogumelo, pasteizinhos de abobrinha assada com alecrim e alho-poró e também tomate temperado com manjericão e queijo de castanha, entre outros produtos. 

O estabelecimento está no seguinte local: R. Ana Cintra, 132 — Campos Elíseos. 

Você conhece um bar vegano na sua cidade? Não esqueça de contar no instagram do Vegan Business para sabermos também! 

Gostou de conhecer esse bar vegano em Brasília? Aproveite e leia também: 

Sushi vegano: Bungalow Sushi inaugura unidade em São Paulo 

Gastronomia: Michelin premia 24 restaurantes veganos 

Startup de cerveja vegana com 21 gramas de proteínas 

*Imagem de capa: Reprodução A casa faz bem /  via Facebook @casavegan



por Amanda Stucchi em 11 de novembro