De acordo com uma pesquisa da Sociedade Americana de Nutrição, uma alimentação rica em alimentos à base de plantas pode ajudar a melhorar a atenção e o desempenho cognitivo das crianças.

Os resultados foram apresentados na reunião anual, que aconteceu em Boston em julho. Os pesquisadores analisaram a relação entre os alimentos que as crianças costumam consumir e sua saúde cognitiva.

Alimentos à base de plantas

O estudo concentrou-se em analisar duas dietas: o (HEI-2015) Índice de Alimentação Saudável, que se baseia na Dietary Guideline for Americans, e a dieta MIND.

A dieta MIND, combina elementos da dieta mediterrânea e da dieta DASH, concentra-se principalmente em alimentos à base de plantas, incluindo frutas vermelhas, nozes, grãos integrais, feijões e vegetais, especialmente vegetais de folhas verdes. Além disso, a dieta recomenda limitar o consumo de manteiga, queijo, carne vermelha, frituras e salgadinhos processados.

Dieta MIND

Embora, originalmente desenvolvida para proteger a saúde do cérebro de adultos mais velhos e reduzir o risco de demonstração, pesquisas mostraram resultados promissores em relação à capacidade de concentração das crianças. Um estudo descobriu que a adesão à dieta MIND estava positivamente associada ao desempenho das crianças em tarefas que avaliavam a atenção.

De acordo com Shelby Keye, PhD, da University of Illinois Urbana-Champaign: “Avaliamos como a adesão a essas dietas estava associada à inibição atencional das crianças – a capacidade de resistir a estímulos distrativos – e descobrimos que apenas a dieta MIND estava positivamente ligada ao desempenho das crianças em uma tarefa que avaliava a inibição atencional”.

“Isso sugere que a dieta MIND pode ter o potencial de melhorar o desenvolvimento cognitivo das crianças, o que é importante para o sucesso na escola”, acrescentou Keye.

Contudo, os autores do estudo pontuaram que mais pesquisas são necessárias. Dessa forma, eles pretendem explorar a relação entre a dieta MIND e a atenção em crianças mais novas, incluindo bebês.

Aproveite e leia também:

Os tempos mudaram: campanha usa IA para reinventar anúncios de fast-food

Aleph Farms torna-se a primeira na Europa a submeter carne cultivada para aprovação

Pesquisadores desenvolveram substituto para gelatina à base de plantas

Imagem ilustrativa de capa: Pexels

Por Ana Cristina Gomes em 2 de agosto
Faça parte da comunidade da Vegan Business no WhatsApp: Notícias | Investidores