O Açougue Vegano é uma marca de alimentos com uma diversidade de opções para o público que não consome produtos de origem animal: espetinhos de soja, kafta de shiitake, hambúrguer de grão-de-bico, carne moída, entre outros. Além disso, também oferece itens congelados para os consumidores.

O começo da marca Açougue Vegano 

Tudo começou com Celso Fortes e Michelle Rodriguez, os dois cursavam gastronomia juntos, sendo que a primeira unidade foi aberta no ano de 2016 no Rio de Janeiro. 

“Michelle foi compartilhando suas ideias sobre o mundo do mercado vegano e suas receitas e, aos poucos, fomos testando juntos até o dia em que conseguimos fazer com que pessoas mais exigentes, que tinham uma alimentação tradicional, trocassem isso pela gastronomia vegana”, explicou Celso Fortes para o Vegan Business. 

Ele destacou que o negócio prosperou muita mais do que planejavam inicialmente, pois a loja virtual que haviam aberto se tornou uma franquia e adentrou às redes de supermercados: “Os R$ 35 mil investidos na primeira unidade física, recuperados em um único fim de semana, se transformaram  em R$ 3,2 milhões em faturamento em 2021”. 

Uma das principais diferenças que sentiram no mercado vegano, desde quando o negócio foi fundado até os dias atuais, é a maior concorrência, já que anteriormente ela era restrita às empresas 100% veganas, e hoje muitos restaurantes já oferecem opções veganas.

Fundador do Açougue Vegano: Celso Fortes | Foto - Marco Brozzo
Imagem do Celso Fortes: Foto — Marco Brozzo

Da loja virtual para a loja física e a criação da franquia

Vamos falar mais sobre a trajetória da empresa.

O empreendedor explicou que fizeram um evento de lançamento da marca e conseguiram reunir mais de 2 mil pessoas no shopping da Barra da Tijuca. Foi um sucesso: o estoque preparado para o mês inteiro foi vendido em um dia. 

“A repercussão foi tanta que repensamos as nossas estratégias, já que, a loja on-line era insuficiente para a demanda reprimida. Foi então que, dois meses após o lançamento, abrimos a primeira unidade física, no mesmo local. Triplicamos a equipe e demos luz às receitas que, até então, tinham conquistado apenas nossos amigos e professores do curso de gastronomia, como a coxinha de jaca, premiada pela Sociedade Vegetariana Brasileira, o espetinho de soja e a feijoada vegana”, pontuou. 

Com o interesse dos consumidores e empreendedores, a marca resolveu iniciar sua franquia em 2018. Após um ano, receberam um aporte de R$ 1 milhão e a entrada de investidores, essa situação possibilitou a estruturação de um plano de expansão mais sólido. 

Ainda, o fundador destacou alguns dos diferenciais da marca: “Nos destacamos muito pela qualidade dos produtos e também por sermos reconhecidos como a primeira rede de franquias de restaurantes veganos do Brasil, que oferece diversidade de pratos e sabores que encantam até mesmo quem não abdicou do consumo da carne”. 

Os planos da empresa: atingir R$ 7 milhões em faturamento até o final de 2022

Atualmente, o Açougue Vegano realiza delivery para a capital de São Paulo e Rio de Janeiro, bem como para João Pessoa (PB). 

Sobre as unidades físicas, a marca tem 3 unidades próprias — localizadas em Ipanema (RJ), São Roque (SP) e Moema (SP) — e franquias espalhadas pelo Brasil, como em Flamengo (RJ), Praia Grande (SP), Manaus (AM) e Teresina (PI), bem como unidades que estão sendo implementadas. 

Os planos da marca para o futuro são atingir o faturamento de R$ 7 milhões até o final de 2022, bem como abrir 15 unidades da rede (totalizando 22 lojas). 

O fundador relatou que a equipe está bastante otimista com esse ano, devido à retomada gradual da economia pela flexibilização da pandemia: “Apesar do aumento expressivo dos insumos e redução do poder aquisitivo, estamos trabalhando para oferecer o melhor para os nossos clientes. Em relação ao ano de 2020, nosso crescimento foi de 52% se comparado ao ano anterior”. 

Por último, perguntamos o que inspira a equipe do Açougue Vegano, ao que o empreendedor respondeu: “Unir todas as pessoas em volta de uma mesa e proporcionar uma experiência única e principalmente transformadora por meio da comida vegana”. 

Gostou de conhecer a marca Açougue Vegano? Aproveite e leia também: 

Conheça a AGN Consultoria: entrevista com Alberto Gonçalves Neto

Açougue Vegano inaugura primeira unidade na capital do Amazonas

Açougue vegano: franquia atrai clientes flexitarianos

*Imagem de capa: Fundadores do Açougue Vegano | Foto: Marco Brozzo



por Amanda Stucchi em 9 de março