Em junho de 2020, a Verdali estreou no mercado alimentício com os produtos: Hambúrguer Vegetal e Tiras de Frango Vegetal, ambos com matérias-primas 100% brasileiras e sem transgênicos. Já em agosto, a Verdali lançou quatro novos “frangos” vegetais e ampliou o portfólio com as opções: Filé Sem-Frango, Mini Sem-Frango, Burger Sem-Frango e Terrine Vegetal. Cada produto custa em média R$ 14,90, podendo variar dependendo do varejista.

O time de Pesquisa e Desenvolvimento da empresa desenvolveu fibras proprietárias, inéditas e patenteáveis, exclusivamente a partir de uma cadeia de insumos brasileiros. Por conta da tecnologia de extrusão úmida, que permite a texturização em fibras longas, é possível emular textura, sabor e suculência da carne animal.

Em entrevista ao Vegan Business, representantes da Verdali comentaram que logo trarão mais novidades ao mercado, incluindo análogos ao boi, porco, peixe, entre outros produtos. Também revelaram que estão produzindo o “frango” para a Fazenda Futuro.

Hamburguer-Verdali

A marca foi criada em 2014 quando o Brasil ainda não tinha muitas alternativas de carnes vegetais sendo mercantilizadas, e se alinhou às tecnologias para produzir opções saudáveis, sem excesso de gordura ou sódio, com insumos naturais e alto teor proteico.

“Temos como objetivo oferecer para o mercado nacional, não somente opções plant-based, mas produtos que estejam no mesmo patamar de qualidade dos europeus e norte-americanos, cujas indústrias são pioneiras desse segmento. Temos a intenção de surpreender positivamente os paladares de consumidores que nunca pensaram em consumir produtos plant-based e que podem considerar migrar seus hábitos para um consumo consciente”, revela a equipe da Verdali, que é composta por veganos, vegetarianos e flexitarianos.

A companhia almeja uma mudança de paradigmas para proteger os animais e o meio ambiente. “Se por um lado consideramos o papel protagonista das proteínas na nossa dieta e a crescente demanda por alimentos nutritivos, por outro, visualizamos ser insustentável a manutenção de longo prazo da produção e consumo de proteínas de origem animal em escala global, sendo iminente a necessidade de mudança e de busca por opções mais sustentáveis. O planeta e os animais não suportam mais as agressões excessivas que vêm sofrendo”, comenta.

Vegano, nutritivo e acessível

Verdali também quer que as comidas nutritivas e vegetais sejam mais acessíveis: “Em médio prazo, na medida do crescimento da demanda, podemos tornar os produtos plant-based mais acessíveis e menos nichados”, espera. A longo prazo, os produtos vegetais tendem a ser mais baratos que a carne animal, ressalta a empresa, e eles querem alcançar este nível e o maior público possível.

Onde encontrar

Atualmente pode-se encontrar Verdali em empórios naturais, redes de supermercados e de food service nas capitais de Curitiba (região que mais compra produtos da loja), Florianópolis, São Paulo e Rio de Janeiro. Além disso, encontra-se no meio-oeste de Santa Catarina, onde a fábrica está localizada. A equipe estuda aumentar, dentro de um ano, as operações comerciais para todas as partes do Brasil.

Os principais pontos de venda:

São Paulo: Içougue

Curitiba: Festval; VMarché, Celeiro Micah, Ugami

Floripa: Supermercados Imperatriz

Rio de Janeiro: Veg Inn, Veganice Carioca



por Ana Reis em 29 de outubro