Fundada em 2019 pela diretora criativa Emmanuelle Rienda, a Vegan Fashion Week propôs na noite da última segunda-feira (10 de outubro), um desfile construído em parceria com a Ukrainian Fashion Week. O desfile consistiu em um apoio enviado aos estilistas ucranianos.

O evento ocorreu no terraço do edifício California Market Center, em Dowtown, Los Angeles. O desfile aconteceu ao fundo de uma escadaria. “Um espaço fabuloso, e uma pegada perfeita para uma marca internacional cujos valores éticos e eco responsáveis ainda têm de ser provados”, disse Emmanuelle Rienda.

A Vegan Fashion Week 2022

Ao início do desfile, Emmanuelle Rienda convidou a atriz Mychal-Bella Rayne, vencedora do Globo de Ouro, para recitar um poema dedicado à paz, imaginação e paixão. Além disso, o evento contou com a artista musical võx, cuja misteriosa voz e coreografia chamou a atenção de todos os presentes.

A primeira a subir ao palco, foi marca coreana Vegan Tiger, fundada pelo designer Yang Yoo-na. Depos, a Ukrainian Fashion Week apresentou as criações de 12 designers ucranianos, incluindo Chereshnivska, Dzhus, Gorohova, Ochis, Oversized, RCR Khomenko, Roussin e Sheezen. Algumas marcas não são completamente veganas, mas são todas livres de crueldade e sustentáveis.

O desfile contou com algumas modelos desfilaram com cores de batons que simbolizavam a bandeira ucraniana. Com o intuito de recordar o triste episódio de ocupação ilegal e de guerra que a Ucrânia está atravessando desde o mês de fevereiro. “Hoje é um dia difícil para os ucranianos. Mas estamos resistindo, os nossos estilistas partilham agora parte do seu tempo entre a fabricação de roupas para o exército e a sua própria coleção. A Vegan Fashion Week é uma oportunidade para resistirem mais ainda, continuando a mostrar o seu trabalho”, explicou Aleksandra Kakurina, diretor do departamento de Estilismo da Ukrainian Fashion Week.

Imagem do desfile: Divulgação Vegan Fashion Week

A Ukrainian Fashion Week durante a guerra

Faça parte da comunidade da Vegan Business no WhatsApp: Notícias | Investidores

A Ukrainian Fashion Week não encontrou muito apoio em Paris, Londres, Nova York e Milão. “Os discursos e as palavras vão na direção certa, mas não há ação. A New York Fashion Week, por exemplo, nos ofereceu apoio em troca de 60.000 dólares. Um orçamento, que em tempos de guerra, obviamente não temos. Na nossa organização, todos são voluntários”. contou Kakurina.

Os estilistas de moda ucranianos querem ficar Ucrânia, “um desejo que pode ser explicado pela proximidade das fábricas com as quais trabalham e também pelo seu desejo de proteger a sua casa, a sua família, mas também a sua marca e o que construíram, enquanto enfrentam a guerra”, acrescenta Kakurina.

Gostou dessa notícia? Aproveite e leia também:

Moda de luxo: Grupo Kering não usará mais peles de animais

Qual a diferença entre moda sustentável e moda consciente?

5 marcas de moda vegana para você experimentar

Imagem ilustrativa de capa: Divulgação Vegan Fashion Week

Por Ana Cristina Gomes em 14 de outubro