Comprar roupas pode parecer uma atividade simples, não é? Infelizmente temos diversos tecidos que são feitos com materiais de origem animal, e por isso não são veganos. Embora esse assunto não seja tão comentado entre não veganos, é de muita importância e merece nossa atenção. Por isso, separei seis dicas para te ajudar a comprar roupas veganas com mais facilidade.

Primeiro passo: entenda o motivo de escolher roupas veganas

“Foi impossível só parar de comer e continuar vestindo morte. (…)”.

Essa afirmação foi feita pela Luiza Mell para a revista Marie Clare, e diz muito sobre a importância de focarmos na moda vegana. Parar de comer carne é um primeiro passo muito importante, podendo ser considerado até o mais difícil. Mas a mudança de estilo vai muito além. Precisamos mudar diversos hábitos que muitas vezes nem percebemos que afetam os animais. E um exemplo disso está nas roupas.

“O vegano abrange muito mais coisa do que só respeito ao animal. Ele é ao extremo. É o respeito a todas as formas de vida. Se o produto também tem trabalho escravo, por exemplo, você compra e está contribuindo. Então é preciso se informar com as marcas, se informar do que você está comprando”, ressaltou Luisa na entrevista.

A mudança de guarda roupa pode acontecer com facilidade entre veganos e até mesmo entre os não veganos. A tecnologia está aí desenvolvendo tecidos novos que nos fazem refletir sobre a real necessidade dos tecidos de origem animal.

É legítimo ou sintético?

Sabe quando a vendedora de sapato vem toda empolgada te convencer a levar aquele produto com a frase “ele é muito bom e é de couro legítimo”? Essa é a hora certa de falar que não vai mais levar o produto. Os tecidos de pele de animais também merecem atenção. Os couros e as peles sintéticas devem ser a única opção nesse caso.

Outra atenção está nas roupas vintages ou de brechó. Antigamente era mais comum usar tecidos de origem de animal. Quanto mais antigo, mais chance de não ser vegano. Por isso é importante ter cuidado e observar bastante a peça antes de fechar a sua compra.

Conheça o histórico das roupas

Algumas roupas e acessórios nós temos mais facilidade de duvidar a origem. Por exemplo, cintos e jaquetas podem causa aquela dúvida de “é couro mesmo?”. Já outras roupas nos causam mais dúvidas. Essas merecem muito nossa atenção.

Por exemplo, ternos, normalmente, são lã. Nesses casos, o ideal é que você compre seu terno na opção de linho, algodão ou sintética. As blusas femininas também merecem uma atenção especial, afinal muitas são de seda. Mas antes de conhecer o histórico da roupa, é importante que você conheça bem nossa próxima dica.

Conheça os tecidos e leia etiquetas

Quando você for comprar roupas veganas, você precisa ter em mente quais são os tecidos permitidos. Alguns exemplos são:

Tecido como couro, lã, alpaca, angorá, cashmere, mohair, pashmina, shearling, camurça, tweed, penas e seda não podem ser opções na hora de comprar suas roupas. Todos eles envolvem muita crueldade e exploração animal. Para entender um pouco mais sobre o assunto, fica uma sugestão de leitura sobre a lã aqui.

Conhecendo os tecidos você começa a aderir outro hábito importante: ler etiquetas. Assim você vai ter certeza de quais tecidos realmente estão presentes dentro daquela peça.

Tenha um aplicativo por perto

Todo mundo ama um aplicativo, não é mesmo? E felizmente temos um aplicativo vegano que nos ajuda na hora de comprar roupas veganas.

O Vegsafe permite pesquisas rápidas sobre tecidos, materiais, aditivos e produtos de beleza. Você consegue descobrir se são veganos ou não. Assim, na hora você tiver dúvidas sobre a origem de um determinado tecido, esse aplicativo pode te salvar.

Marcas veganas são ótimas opções

Ficou na dúvida de onde comprar roupas veganas? Ainda tem a opção de escolher apenas marcas só vendem roupas veganas. O mercado de moda vegana está crescendo bastante e merece nossa atenção.

Além de comprarmos roupas com a certificação de que são veganas, estamos ajudando a popularizar esse segmento de mercado. O Brasil está com ótimas opções de marcas de preços e estilos diferentes.

Pode até parecer um pouco trabalhoso, mas não é. Com o tempo e com essas seis dicas será fácil comprar roupas veganas. Você vai descobrir marcas novas, tecidos novos e um universo fashion muito amplo. Não tem mais necessidade de escolher peças de couro e pele verdadeiros.

Leia também Emmanuelle Rienda e a primeira semana de moda vegana e
Empreendedorismo vegano: 6 motivos para você apostar



por Lari Chinaglia em 14 de fevereiro