Já pensou em ter um tênis sustentável da Vans? A empresa, conhecida por seu estilo skatista, lançou uma nova coleção nos Estados Unidos, chamada Eco Theory. A linha de sapatos inclui seus produtos mais vendidos, com os seguintes modelos: Authentic, Slip-on e Style 36, todos feitos com materiais sustentáveis. Os preços dos produtos são a partir de US $65. 

Os tênis da Vans já tinham modelos veganos, segundo o site da marca do Reino Unido: “A maioria dos estilos de calçados da coleção Vans Classic estão disponíveis em estilos e cores que são veganos”, e o consumidor pode optar por lona em vez de couro.  Além disso, é possível perceber que, mesmo alguns sapatos da Vans sendo feitos de couro, a marca já toma alguns cuidados com relação ao meio ambiente, trabalhando com a organização ambiental Better Cotton Iniciative (BCI), um programa que busca o uso sustentável do algodão, e em seus produtos não utilizam cera de abelha nas solas, por exemplo.

Sobre a nova coleção Eco-Theory, a marca falou à imprensa: “Ter consciência ecológica significa mais do que apenas utilizar materiais de origem responsável, significa ter uma abordagem holística de saúde e sustentabilidade. Esses valores-chave são os princípios orientadores no desenvolvimento desta coleção, com o objetivo de fazer um produto mais elaborado a partir do zero”, 

Sustentabilidade da coleção Eco-Theory

Os novos tênis da coleção utilizam um algodão de cultivo orgânico, que não inclui o uso de pesticidas ou outros produtos químicos que prejudicam o meio ambiente, também contém palmilhas de cortiça e cadarços feitos de cânhamo, uma fibra natural antimicrobiana com grande duração, que requer uma área menor para seu cultivo e menos água.  Quanto à borracha, o material também é produzido de forma natural, sem o uso de combustíveis fósseis ou a base de petróleo. Para completar, a cola e a tinta são à base de água.

Vans lança a linha Eco Theory, de tênis sustentável
Imagem: Divulgação da Vans

História da Vans 

Uma breve história da marca é a seguinte: em 1966, Paul e Jim Van Doren, ambos irmãos, com os sócios Gordon Lee e Serge Delia criaram a empresa Van Doren Rubber Company no estado de Califórnia (EUA). Um negócio inovador que buscava fabricar e vender sapatos no mesmo local, diretamente ao público.  Já no começo da década de 70, os modelos ficaram conhecidos por seu estilo de skate, pois vários skatistas foram vistos utilizando o produto no sul da Califórnia. Os tênis foram um sucesso e no final dessa década os produtos da Vans eram vendidos em mais de 70 lojas próprias, sendo distribuído nos Estados Unidos e em todo o mundo. 

Porém, em 1984 a marca entra no Chapter 11, que é um processo de falência cujo objetivo é ajudar as empresas a se reorganizar financeiramente, três anos depois a Vans pagou sua dívida e o processo Chapter 11. Já no ano de 1991 entrou na bolsa de valores, com o valor de US$ 14 no índice da Nasdaq, e em 2000 é nomeada pela Forbes como uma das 200 melhores empresas pequenas dos Estados Unidos. 

Em novembro de 2011 a empresa ultrapassou o valor de US$ 1 bilhão em vendas anuais pela primeira vez na história, e foi a primeira marca individual de skate no mundo a atingir essa somatória. A Vans também comemorou seu quinquagésimo aniversário em 2016.

Aproveite e leia também: 

Novas peças sustentáveis da Insecta Shoes em collab com a Renner

Reebok lançará tênis Nano  X1 Vegan



por Amanda Stucchi em 9 de junho