A Urban Farmcy é uma foodtech de alimentos congelados que lançou uma loja on-line com produtos à base de plantas e livres de aditivos artificiais, buscando escalar seu alcance e impacto. 

Foi fundada pelo empresário Tobias Chanan, ele também fundou a marca Empório Body Store, recentemente vendida para o grupo L’Oréal, e  resolveu empreender em uma área que sempre foi uma paixão pessoal, a gastronomia. Assim, há quatro anos surgiu a Urban Farmcy, inicialmente como um restaurante plant-based. 

Tobias Chanan afirmou: “A Urban não surgiu para criar restrições. Pelo contrário, foi criada para incluir. A intenção desde o início era encontrar uma forma de entregar para as pessoas uma comida limpa, nutritiva e ambientalmente responsável capaz de levar mais plantas para a mesa das pessoas”. 

Criação da loja on-line da Urban Farmcy

Com pedidos nas redes sociais por operações em quatro cantos do país, a marca viu a necessidade de dar um passo importante e transformou suas tradicionais receitas em produtos que prometem mudar a percepção das pessoas sobre as comidas congeladas. 

Pensando nisso, a empresa acaba de lançar sua loja on-line, um ambiente criado para levar a experiência Urban para além da operação física, onde o público irá encontrar pratos de sucesso do restaurante e as Farmcy Marmitas, refeições congeladas e individuais que propõe reproduzir a nova experiência na casa das pessoas. 

Em uma comunicação, a Urban Farmcy falou sobre a criação da loja on-line: “Não somos mais um restaurante. Agora, somos uma loja on-line. Para crescer e potencializar o nosso alcance, algumas escolhas foram feitas. A gente escolheu estar mais próximos de você, quando e onde você estiver, através da nossa loja on-line”, relatando que a missão deles continua a mesma. 

Além dos produtos, o site da foodtech de alimentos congelados também disponibiliza informações sobre a marca, os impactos ao meio ambiente, conteúdo sobre alimentos à base de plantas e, ainda, detalhes sobre os produtores que cultivam os ingredientes. 

As entregas dos alimentos ocorrem nas seguintes localidades: São Paulo capital, Porto Alegre e região metropolitana (Canoas, Esteio, Novo Hamburgo, Gravataí, Cachoeirinha e São Leopoldo).

Método Fresh Freeze Process utilizado pela foodtech de alimentos congelados

Tobias Chanan também falou um pouco sobre a visão da Urban sobre a comida congelada: “É preciso levar mais do que conveniência para as pessoas. A comida congelada carrega o rótulo de comida ruim, sem gosto e, principalmente, de comida nociva à saúde. E não podemos aceitar isso em pleno 2021”. 

Ele também acrescentou: “Escolhemos fazer marmitas pelo simples fato de este ser o meio mais simples e despretensioso de levar comida pronta até a casa das pessoas”. 

Um dos diferenciais da Farmcy Marmitas é seu processo de congelamento: o Fresh freeze process, um aliado na hora de elaborar comidas com uma pegada mais saudável. 

O fundador explicou o motivo: “É um método realizado em uma hora com a utilização de pequenos cristais de gelo que não causam danos às estruturas celulares dos alimentos e mantém a textura, o sabor e os nutrientes das refeições”. 

Pratos que o consumidor poderá encontrar

As sugestões de estreia disponíveis no site foram criteriosamente selecionadas de acordo com os pratos mais pedidos no antigo restaurante, entre eles, almôndegas ao pomodoro, plant thai, strognoff de cogumelos e escondidinho. 

Todos são elaborados com ingredientes totalmente livres de aditivos sintéticos. 

Para somar ao cardápio de lançamento, a Urban incluiu outros dois produtos análogos à carne já conhecidos, o farmcy burger e a farmcy almôndega, além de kombuchas e chocolates. 

A previsão é oferecer um extenso cardápio de produtos com mais de 80 opções de refeições congeladas até o final desse ano.

Tobias Chanan definiu os produtos da empresa: “Nossa refeição é mais que uma comida congelada, pelo sabor e pela integridade de ingredientes e nutrientes, pela textura e pelo fato de ser capaz de mudar a impressão das pessoas sobre a temida comida pronta. A carne é praticamente um ponto de partida para a escolha do cardápio e a Urban quer quebrar essa lógica”.

A Urban Farmcy afirma que os mandamentos de comercialização dos seus produtos são: ser saudável, livre de aditivos sintéticos, ter alto valor nutricional, ser feito unicamente com plantas e levar prazer e experiência para as pessoas. 

Com isso em mente, os fundadores realizaram uma jornada pelo mundo, visitaram dezenas de países, do berço à vanguarda da alimentação, e estudaram diferentes técnicas de preparo, em busca de métodos que preservem a energia vital do alimento e com o máximo de sabor. 

Visão da foodtech de alimentos congelados

Na visão da Urban Farmcy, as atuais foodtechs reeditam valores antigos e ultrapassados, os quais tiveram origem com a massificação dos produtos industrializados na década de 70, quando não priorizam a saúde no drive de desenvolvimento de produtos.

Tobias relatou: “É totalmente viável desenvolver e expandir produtos que substituam alimentos de origem animal e ultraprocessados nocivos à nossa saúde. Nosso propósito é estar presente em todos os momentos de consumo para estimular o prazer pelo alimento íntegro e saudável. Em 2020, a comida pronta e saudável já representa no Brasil o mercado de 100 bilhões de reais e a expectativa é que até 2025 esse número cresça, pelo menos, 27%“.

Sobre a Urban Farmcy

A Urban Farmcy busca gerar impactos e um dos pilares fundamentais da marca é a agricultura familiar, onde atua de forma direta com agricultores, expandindo e ampliando a diversidade de espécies cultivadas. 

Além disso, investe na estrutura das propriedades dos agricultores, traz o produtor para a cidade, cria comunicação direta e, por vezes, leva os consumidores até as propriedades das famílias para terem mais contato com o trabalho desenvolvido por eles.

A unidade de produção da empresa está localizada no Instituto Caldeira, em Porto Alegre. A partir do lançamento da loja virtual, a marca assume o desafio de gerar R$50 milhões de renda para agricultura familiar e o consumo de 4 mil toneladas de alimentos limpos e locais nos próximos cinco anos. 

Ao longo de quatro anos, soma 221 toneladas de alimento limpo consumido e 2 milhões de renda gerada para produtores orgânicos. Neste período foram mais de 67 toneladas de resíduos tratados e alimentos compostados, inclusive embalagens.

O fundador destacou: “Queremos atuar na cadeia de ponta a ponta, do cultivo ao consumo, das famílias que produzem os ingredientes de forma limpa, passando pela utilização de energia renovável na fabricação, até a oferta de um produto com responsabilidade socioambiental”. 

Ele também falou sobre a usina de energia limpa: “Em julho, abrimos uma usina de energia limpa, que vai corresponder a 30% da energia que abastece a nossa indústria”. 

Gostou de conhecer essa foodtech de alimentos congelados? Aproveite e leia também: 

Vegano e plant-based: qual a diferença? 

Inspiração: Supermercado on-line de alimentos veganos congelados

Cachorro-quente vegano: 5 lanchonetes e 5 marcas de salsichas

*Imagem: Divulgação Urban Farmcy



por Amanda Stucchi em 27 de setembro