A Next Level Burger, uma rede de hambúrgueres plant-based, anunciou que US$ 20 milhões em rodada pré-seed para acelerar seu processo de expansão nos Estados Unidos (EUA). 

A rodada foi liderada por um parceiro privado da empresa, além de outros investidores veganos em estágio inicial como: Alex Payne, ex-Twitter e Simple Bank, e Nicole Brodeur. 

A empresa tem o objetivo de aumentar seu número de lojas até o final de 2025 e, com isso, abrir 1.000 novos locais. 

“A missão da nossa empresa tem sido focar em uma filosofia de triplo resultado de fazer o bem, se divertir e ganhar dinheiro”, declarou a Next Level Buerger.

Crescimento 

Em fevereiro deste ano, a Next Level Burger já tinha revelado pela primeira vez seus planos de crescimento ambiciosos. 

Matthew de Gruyter, CEO e cofundador da Next Level Burger, declarou que: “Desde a nossa fundação em 2014, a missão da nossa empresa tem se concentrado em uma filosofia de triplo resultado final de fazer o bem, se divertir e ganhar dinheiro”.

“Agora, mais do que nunca, a luta contra as mudanças climáticas e pela sustentabilidade impulsiona a nós e nossa incrível equipe de stakeholders orientados para a missão. Na NLB, acreditamos que o futuro é brilhante, mas cabe a todos nós garantir isso”, acrescentou.

A empresa que é conhecida por sua abordagem 100% vegetal do clássico fast food americano, já atua em nove locais na Califórnia, Oregon, Colorado, Texas e Nova York.

Aporte de  US$ 8,5

A startup brasileira Fazenda Futuro, de apenas 3 meses de idade, acaba de receber um aporte de US$ 8,5 milhões em sua rodada de financiamento. Essa rodada foi liderada pela empresa Brasileira Monashees, que é a maior empresa de capital de risco do Brasil. 

A Monashees avaliou a startup em cerca de US $ 100 milhões.  

O aporte envolveu ainda, a participação na Fazenda Futuro de 8,5%. Além da Monashees, a rodada teve ainda a participação da Go4it Capital, a gestora de Marc Lemann e Cesar Villares.

De olho no mercado

Marcos Leta e Alfredo Strechinsky, fundadores da Fazenda Futuro, que tem sede no Rio de Janeiro, apostaram que hambúrgueres de origem vegetal provocariam uma verdadeira sensação de “água na boca” nos investidores ao redor do mundo. De olho no mercado internacional, onde a Beyond Meat mais que dobrou sua capitalização de mercado, para US $ 10 bilhões, desde que abriu o capital em maio, a Fazenda Futuro começou bem.

A startup desenvolveu seu primeiro produto: o Futuro Burger, que foi lançado no início do ano e já decolou em cinco estados, com quase dois mil pontos de venda.

Gostou? Leia também:

Faça parte da comunidade da Vegan Business no WhatsApp: Notícias | Investidores

Fazenda Futuro recebe aporte de US$ 8,5 milhões

Convitta traz alimentos plant-based saudáveis e gostosos para a mesa

Alimentos Convitta lança pão de queijo à base de plantas para o público infantil

*Imagem de capa: Divulgação Next Level Buerger

Por Gabriela Catan em 14 de setembro