Quer conhecer um marketplace de produtos veganos brasileiro? 

Quem adota o estilo de vida vegano sabe que alguma vez já precisou procurar em várias lojas e supermercados, garimpar no Google opções de alimentos e ler rótulos para encontrar os produtos veganos e plant-based que precisa. 

Para acabar com essa verdadeira peregrinação, em que as pessoas perdem tempo, combustível e paciência, quatro empreendedores criaram em 2020 o Portal Vegano — primeiro marketplace especializado em produtos veganos do Brasil.

No Portal Vegano é possível encontrar categorias de produtos como alimentos, higiene, cosméticos, suplementos, produtos terapêuticos, artigos para casa, para pets, roupas e acessórios. 

Os fundadores Fernando Machado, Laíza Dalmaso, Cristiane Durante e Vinicius Machado experimentaram, em família, essas mesmas dores sentidas por milhões de pessoas no país que buscam produtos veganos e plant-based, principalmente as que moram longe dos grandes centros.

Com o objetivo de descomplicar este processo de transição para o veganismo decidiram investir recursos próprios e lançar uma startup com o propósito de facilitar o acesso a uma vida mais saudável, sustentável e de compaixão.

Laíza Dalmaso afirmou em uma página do site: “O estilo de vida vegano é a melhor forma de contribuir com a causa animal, com a sustentabilidade ambiental, com a saúde das pessoas e, assim, com o futuro do planeta. Consumir com consciência e compaixão não precisa ser difícil. E quanto mais fácil e prazeroso for, mais pessoas estarão fazendo escolhas melhores!”. 

Assim surgiu o Portal Vegano, conectando em um só local uma enorme variedade de produtos feitos sem exploração animal com o consumidor consciente, em qualquer lugar do país em que ele se encontre.

Portal vegano: marketplace de produtos veganos brasileiro

Imagem dos fundadores: Divulgação do Portal Vegano

Nova funcionalidade de procurar por ajuda especializada para se tornar vegano 

Além do público vegano, vegetariano e flexitariano, o portfólio do site também atraí pessoas com algum tipo de restrição alimentar ou de alergia a ingredientes, como intolerantes a lactose, alérgicos à proteína do leite de vaca, ao glúten e também aos ovos e soja. 

Voltado a tornar o veganismo cada vez maior e mais forte, o Portal Vegano tem como premissa acolher não apenas a comunidade de consumidores, fabricantes e revendedores de produtos veganos ou plant-based, mas também dar espaço para que profissionais da saúde — nutricionistas, médicos, psicólogos — e de bem-estar ofereçam seus serviços ao público que frequenta a plataforma.

Por isso, em breve essa funcionalidade estará disponível no site e será possível buscar e escolher ajuda especializada para se guiar no processo de evolução para uma alimentação sem derivados de animais: desde a decisão de reduzir o consumo de proteína animal, passando pela transição para o vegetarianismo — com a suplementação e o monitoramento necessários — até a completa transição para o veganismo. O importante é sempre poder contar com o acompanhamento de profissionais preparados nesta trajetória.

Para os profissionais interessados, o Portal Vegano já abriu o cadastramento de profissionais, que podem enviar um e-mail para [email protected] manifestando sua intenção de estar presente neste seleto catálogo.

No blog e nas suas redes sociais (instagram e facebook), são publicados a cada semana conteúdos que colaboram no dia a dia dos diferentes perfis de visitantes e seguidores: receitas, dicas sobre alimentação, saúde, qualidade de vida, documentários, sustentabilidade e, em fase de implantação, um guia de locais que oferecem opções veganas em seus cardápios: essa é uma forma de promover negócios e opções de escolha para veganos e vegetarianos.

Crescimento do marketplace de produtos veganos

No momento, a plataforma ultrapassou 4.200 produtos, 150 lojas ou marcas, 4.600 clientes diferentes e um crescimento médio mensal de 22%.

O CEO da empresa, Fernando Machado, deu uma declaração para o Vegan Business sobre esse crescimento: “Após 17 meses de existência, o Portal Vegano sustenta um crescimento médio de 22% ao mês. Não está nesta conta, um pico de vendas sazonal, por ocasião da Páscoa, que quase triplicou o valor dos pedidos de março de 2020″. Mostrando o tamanho do crescimento do negócio.

Até o final deste ano, o Portal Vegano iniciará a distribuição de pedidos por meio do Centro de Distribuição em São Paulo, tornando mais rápida a entrega e mais barato o valor do frete.

Gostou dessa notícia? Aproveite e leia também: 

Cachorro-quente vegano: 5 lanchonetes e 5 marcas de salsicha

10 motivos para se tornar vegano hoje

Alessandra Luglio fala sobre veganismo no Dia do Nutricionista

*Imagem de capa: Arte Portal Vegano



por Amanda Stucchi em 24 de setembro