A marca NoMoo é muito famosa no setor de laticínios alternativos. Ela oferece ao público diversos tipos de queijo, manteiga, requeijão e até maionese. 

Conforme notícia da Vegconomist, a empresa concluiu uma rodada de investimentos da Série A, liderada pela DXA Invest. Também contou com a participação da empresa de venture capital Lever VC e do técnico de vôlei e ex-jogador Bernardinho. 

No final de setembro, falamos sobre a Lever VC — que levantou US$ 80 milhões para seu fundo de proteínas alternativas — e também apoia a The New (antiga The New Butchers). 

Com o valor, a NoMoo pretende abrir uma fábrica de 1.600 metros quadrados, visando aumentar sua capacidade de produção para 100 toneladas por mês. Dessa forma, irá triplicar em tamanho e em receita! 

A marca já comercializa seus produtos em grandes varejistas e exporta para os Estados Unidos e Portugal, mas as ambições da NoMoo não param por aí: possuem planos de expandir para a Ásia, Canadá e Oceania. 

Para o Vegconomist, Marcelo Doin (co-fundador), falou: “Temos um plano ousado a seguir para preencher uma lacuna muito específica do mercado: o de produtos veganos democráticos, feitos para todos. Com a Série A de investimentos, conseguimos acelerar esse processo. Nos próximos cinco anos, pretendemos chegar à terceira rodada de investimento […]”. 

Queijo vegano da marca NoMoo

Imagem: Reprodução NoMoo / via Facebook 

Sobre a marca NoMoo

“Acreditamos nos produtos nacionais, feitos em terras brasileiras, que empregam cidadãos brasileiros”, afirmou a página da NoMoo

Três pessoas fundaram a marca: Marcelo Doin, Nathália Pires e Jan Grabow. Toda a trajetória começou no Rio de Janeiro, precisamente no ano de 2016. 

Atualmente, a marca utiliza o processo de fermentação para criar seus produtos — transformando a castanha de caju em queijos — e apoia os produtores locais, gerando riqueza e auxiliando na economia. 

O portfólio completo da empresa é o seguinte: Mozzarella, Provolone, Chèvre, Prato, Parmesão, Requeijão, NoButter (manteiga), NoMayo NoMoo (maionese), creme de leite, cheddar e cream cheese. 

O cream cheese foi seu último lançamento desse ano, a empresa escreveu em uma comunicação: “Nosso último lançamento do ano não podia ser mais especial… Trata-se não apenas de um produto, mas de uma linha completa que se inicia com esse cream cheese tradicional. Cremoso, fermentado, versátil e extremamente delicioso”. 

Acrescentou o objetivo: “Em breve chegarão também em versões com sabores…”. 

Todos seus produtos são disponibilizados no e-commerce e em pontos de venda, também vendendo para foodservices (quando se realiza um contato). 

Uma curiosidade sobre a sustentabilidade é que a empresa tem o selo eureciclo (focado na logística reversa de embalagens). 

Mercado de queijos veganos 

É inegável que a NoMoo tem diversas opções de queijos! 

Por isso, que tal conhecer um pouco mais sobre o mercado de queijos veganos? 

Já falamos aqui sobre o mercado global de queijos veganos. 

Segundo a Grand View Research, esse mercado foi avaliado em US$ 1,01 bilhão em 2019, com previsão de crescer a um CAGR de 12,8% de 2020 a 2027. A aceitação do veganismo (especialmente pela geração do milênio) e a intolerância a lactose são fatores que auxiliam no impulsionamento desse mercado. 

Uma pesquisa do Market Data Forecast também trouxe dados mais recentes. 

É afirmado que o tamanho do mercado de queijo vegano foi avaliado em US$ 2,15 bilhões em 2021, com uma expectativa de crescimento a um CAGR de 9% entre 2021 e 2026. 

A pesquisa analisou a indústria global e também deu detalhes sobre o mercado regional, revelando ser esperado que a América do Norte (especialmente os Estados Unidos) permaneçam à frente desse mercado. 

Além disso, a Ásia-Pacífico também apresentará crescimento devido aos casos de intolerância a lactose, além da crescente conscientização dos consumidores sobre os benefícios de produtos à base de plantas. 

Gostou dessa notícia? Aproveite e leia também: 

Foodtech de leite de aveia Nude prepara rodada de captação

Investimento de impacto: conheça mais sobre essa modalidade 

O Que é Crowdfunding de Investimento e Como Funciona? Guia Completo

*Imagem: Reprodução NoMoo / via Facebook 



por Amanda Stucchi em 28 de outubro